Usuário

Convidado
Mensagens: 0

Últimos assuntos
» Checklist Marvel/Panini (Abril/2018 - pág.06)
Hoje à(s) 07:12 pm por Roger MDC

» Marvel & DC Comics (Argentina)
Hoje à(s) 02:42 pm por banzé

» Lançamentos Vertigo
Hoje à(s) 02:25 pm por banzé

» Agenda Esportiva
Hoje à(s) 09:00 am por banzé

» Rádios Champions FM no Fumetteiros
22/04/18, 03:06 pm por banzé

» Novidades Panini Comics
19/04/18, 06:52 pm por Roger MDC

» Marvel Comics - Clarim Diário
19/04/18, 06:50 pm por Roger MDC

» Galeria de Arte (6): Marvel e DC
19/04/18, 03:11 pm por banzé

» Galeria de Arte: Ficção & Fantasia
19/04/18, 03:08 pm por banzé

» Esportes, Marketing e Negócios
18/04/18, 04:18 pm por banzé

Parceiros

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Entretenimento » Mundo da Bola (Esportes em geral) » 

Esportes, Marketing e Negócios

Ir à página : Anterior  1 ... 9 ... 14, 15, 16

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 16 de 16]

slipper

376 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 13/01/18, 07:32 am

avatar
Nível Básico 0
Nível Básico 0
E eu achando que a procura da melhor aposta esportiva era trabalho imenso... Mesmo depois de encontrar uma comparacao de fornecedoras em www.sites-de-apostas.net e de notar que este website faz muita publicidade ao futebol brasileiro, eu entendo como pessima a ideia de o futebol profissional brasileiro nao ser mais comercializado no estrangeiro e se submeter ao dinheiro dos campeonatos ingleses, espanhois e italianos...

Ver perfil do usuário

banzé

377 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 13/01/18, 09:43 am

avatar

@slipper escreveu:E eu achando que a procura da melhor aposta esportiva era trabalho imenso... Mesmo depois de encontrar uma comparacao de fornecedoras em www.sites-de-apostas.net e de notar que este website faz muita publicidade ao futebol brasileiro, eu entendo como pessima a ideia de o futebol profissional brasileiro nao ser mais comercializado no estrangeiro e se submeter ao dinheiro dos campeonatos ingleses, espanhois e italianos...

Olá Slipper, concordo contigo. Mas acho que é uma parada mais cultural mesmo. Os europeus gostam de enxergar apenas o próprio umbigo. Futebol fora do território europeu é depreciado. Antigamente o futebol sul-americano era mais forte, agora não temos equipes do nível de um Barcelona ou Real Madrid para balançar mais as coisas. Nem com a Copa do Mundo do Brasil teve aumento de audiência do futebol brasileiro em território europeu, se teve é por que tem brasileiro no meio, e não europeu. Surprised


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

378 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 18/01/18, 08:27 am

avatar
Nível Básico 5
Nível Básico 5
Transmitido pela ESPN Brasil no último domingo (14), o duelo entre Liverpool x Manchester City foi o jogo de maior audiência do último fim de semana transmitido pelas TVs por assinatura do Brasil. A informação é do UOL Esporte (Leandro Carneiro e Vanderson Pimentel).

A partida do Campeonato Inglês superou inclusive a audiência de Corinthians x Rangers, jogo exibido no último sábado (13) pelo SporTV pela Florida Cup.

Os canais ESPN também registraram altos índices de audiência com Barcelona x Real Sociedad válido pelo Campeonato Espanhol, inclusive com números maiores do que Villarreal x Real Madrid mostrado pelo FOX Sports no último sábado.

Outro destaque do canal foi o futebol americano. Os números da vitória do Minnesota Vikings contra o New Orleans Saints pelos playoffs da NFL registraram audiência superior ao de toda a temporada do torneio.
http://www.esporteemidia.com/2018/01/classico-ingles-foi-maior-audiencia.html

Na Band, atualmente, há dois outros assuntos preocupantes do ponto de vista esportivo, sem grandes perspectivas de acerto, segundo Flávio Ricco, no UOL.

Um, a Copa da Rússia, cada dia com definição mais complicada e, outro, a continuidade de transmissões da Liga dos Campeões da UEFA.

Ainda de acordo com o colunista de TV, nem mesmo a próxima Liga está assegurada.

Ainda sobre a Band, a emissora deve realizar ajustes em sua grade, a tendência é que os dois programas esportivos ('Jogo Aberto' e 'Os Donos da Bola' sejam mantidos. Não excludentes, eles se completam, cada um com seu público e, ambos, com marcas de audiência e faturamento bem razoáveis.
http://www.esporteemidia.com/2018/01/band-pode-ficar-sem-os-direitos-da-liga.html

A transmissão da Copa do Mundo da Rússia ainda não está definida na grade da Band. Desde o ano passado, a emissora vem negociando com a Globo, detentora oficial dos direitos da Copa na TV aberta, para adquirir os direitos de transmissão, em um tipo de acordo que já foi realizado diversas vezes entre os dois players.

As conversas, no entanto, ainda não chegaram a uma definição e, até o momento, a Globo é a única emissora aberta a ter, garantida, a transmissão da Copa do Mundo.

De acordo com o Meio&Mensagem, por Bárbara Sacchitiello, há, na Band, uma grande expectativa de que a transmissão da Copa de Rússia se concretize. A emissora espera resolver as questões financeiras e os entraves contratuais e, finalmente, assinar o acordo com a Globo em breve. A mesma expectativa é percebida no mercado publicitário. A menos de seis meses do início do torneio, as agências e anunciantes esperam que o plano comercial do canal seja liberado com certa antecedência para que as marcas tenham tempo de incluir a emissora em seu planejamento financeiro.
http://www.esporteemidia.com/2018/01/band-ainda-nao-assinou-contrato-para.html

Ver perfil do usuário

banzé

379 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 18/01/18, 03:20 pm

avatar

E pensar que nos anos 90, a Band que era considerado "o canal do esporte", batia de frente com o SBT e Record no segundo lugar no horário nobre. Isso se chama incompetência administrativa. Surprised


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

380 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 31/01/18, 10:26 am

avatar

CBF quer saber quanto vale o Campeonato Brasileiro no exterior

fonte: Esporte e Mídia

A CBF realiza uma disputa informal entre agências para avaliar e negociar os direito de transmissão no Campeonato Brasileiro no exterior a partir de 2019. A informação foi publicada pelo UOL Esporte (Rodrigo Mattos). Os clubes deram à entidade uma autorização para fazer essa negociação já que a Globo desistiu de comercializar o campeonato lá fora.

O problema é que o valor arrecado com o certame no exterior costuma ser bem pequeno comparado com o que se ganha no país. A ideia da CBF ao contratar uma agência é justamente fazer um trabalho para avaliar mercados potenciais e formas de comercializar o campeonato com maiores vantagens. O foco é em aumentar a exposição da competição.

Está previsto que cinco ou seis agências de marketing esportivo entreguem propostas de comercialização do Brasileiro até a próxima sexta-feira. Ou seja, não há critérios definidos como uma licitação em que os concorrentes marcam pontos em cada item. Com todas as propostas na mão, a CBF vai avaliar qual é a melhor de negociar o campeonato.

O baixo valor obtido pelo Brasileiro no exterior se deve a vários fatores: falta de uma marca consolidada, promoção pequena da competição, calendário desorganizado, ausência de estrelas internacionais nos times, fuso-horário ruim. Essa é a avaliação de uma fonte envolvida no processo. Além disso, a Globo continuará a deter o direito de exibir os jogos em seu canal internacional.

Por isso, haverá estudos inclusive para saber se o melhor é comercializar por meio de venda do ativo para redes de televisão ou se pode se usar outras plataformas como a internet. Algumas ligas como a NBA e a de beisebol já têm comercialização por assinatura paga na rede. Outra questão é a de construção de marca do Brasileiro lá fora, que é feito de forma fragmentada por isso.


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

381 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 02/02/18, 01:12 pm

avatar
Nível Básico 5
Nível Básico 5
A Conmebol, por meio de parceiras, tem sondado o mercado para avaliar quanto vale o direito de transmissão da Copa Intercontinental que reúne os campeões da Taça Libertadores da América e da Liga dos Campeões da UEFA, disputado entre 1960 e 2004 e que sul-americanos e europeus querem nova edição a partir de 2019. A informação é do UOL Esporte, por Marcel Rizzo.

A ideia é que, caso o torneio seja reativado, se faça uma concorrência para venda dos direitos de transmissão em todas as plataformas (TVs aberta e fechada e internet), nos mesmos moldes que a Conmebol fará para a Libertadores a partir do ano que vem. As empresas IMG e Perform ganharam a licitação da entidade para negociar os direitos comerciais da Libertadores, entre eles o de transmissão, e podem repetir a dobradinha na Intercontinental.

No Brasil avalia-se que o Grupo Globo, uma dobradinha Fox/ESPN e o Esporte Interativo teriam interesse na competição.
http://www.esporteemidia.com/2018/01/conmebol-quer-saber-quanto-as-emissoras.html

Ver perfil do usuário

banzé

382 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 03/02/18, 03:18 pm

avatar

Hum, seria legal como era nos anos 60 e 70, dois jogos, um na europa, e outro na América do Sul, mas acho dificil aceitarem, deve voltar para Tóquio. Surprised


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

383 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 06/02/18, 11:22 am

avatar
Nível Básico 5
Nível Básico 5
A agência de marketing IMG iniciou um processo de concorrência para a venda da Liga Italiana para Tvs do Brasil. A informação foi publicada pelo UOL Esporte, por Rodrigo Mattos. As principais emissoras brasileiras para um encontro no final de janeiro para apresentar o pacote da competição a partir do próximo campeonato.

A IMG, que é responsável também pela concorrência da Libertadores, comprou em 2017 os direitos da Liga Italiana para o exterior por € 371 milhões (R$ 1,5 bilhão) por quatro anos. A partir daí, houve uma remodelagem na cara da competição para ser vendida no exterior.

Haverá um impacto na tela com a IMG assumindo a produção das imagens. Melhora portanto aentrega de conteúdo com gráficos, entrevistas e pacotes de melhores momentos.

DO ponto de vista da competição, as Tvs brasileiras entendem que há vantagens como o pequeno número de rodadas no meio de semana e os horários que ajudam as grades do final de semana.

Assim, emissoras como ESPN, FOX Sports, Esporte Interativo e SporTV vão analisar os pacotes.
http://www.esporteemidia.com/2018/02/espn-fox-sports-esporte-interativo-e.html

Ver perfil do usuário

ricardo83

384 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 07/02/18, 08:09 am

avatar
Nível Básico 5
Nível Básico 5
A negociação entre Band e Globo com relação aos direitos de transmissão da Copa do Mundo da Rússia tem se arrastado porque a emissora carioca pede garantias de que a Band vai vender todas as cotas de patrocínio e que elas serão comercializadas no chamado “valor cheio”, como diz o mercado publicitário, sem oferecer descontos para as empresas. A informação foi publicada pelo UOL Esporte, e assinada por Gabriel Vaquer. De acordo com ele, é comum que as redes de TV aberta façam isso para conseguir clientes e é vista como uma vantagem para as marcas que queiram anunciar seus produtos.

Até agora, falta confiança por parte da emissora carioca de que, com pouco mais de quatro meses para o começo do Mundial, a Band vai conseguir vender todas as cotas de patrocínio.

Se a Band não oferecer garantias de que vai comercializar as cotas em valor cheio, sem descontos, a Copa do Mundo terá apenas uma exibidora na TV aberta. E cada dia mais, a chance da emissora paulista fazer a Copa diminiu.

A indefinição da transmissão da Copa pela diretoria tem irritado o departamento de esportes da Band. Vários profissionais estão incomodados com o silêncio da diretoria da casa, que está com o assunto retido por lá, sem dar nenhuma atualização da situação.

Procurada, a assessoria de imprensa da Band comentou apenas que “a emissora ainda negocia os direitos de transmissão da Copa do Mundo”.

MINI COPA

O colunista Flávio Ricco, no UOL, informou que existe a chance de ser feita uma mini Copa. Este seria o “Plano B”. Só os jogos do Brasil e mais uma coisinha ou outra. E como “Plano C”, só ter as imagens e com elas produzir um programa diário, todas as noites.
http://www.esporteemidia.com/2018/02/entende-as-garantias-financeiras-que.html

Ver perfil do usuário

banzé

385 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 07/02/18, 09:38 am

avatar

Acho que hoje a liga italiana vale menos do que a francesa. Alguns anos atrás isso era impossível. O futebol italiano está em grave crise, nem se classificou para Copa do Mundo. Achar que eles tem um bom campeonato, e cobrar por um valor alto, podem ter uma decepção, e não ter interessados em comprar e transmitir. Quanto a Band, já foi a emissora que mais gostava de assistir, quando era o "canal do esporte". Muita coisa mudous desde então, e se tornou uma emissora decadente, sem perspectivas de crescimento, triste. Surprised


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

386 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 16/02/18, 02:08 pm

avatar

Demora no anúncio do vencedor do leilão dos direitos do Francês preocupa emissoras

fonte: Portal Mídia Esporte

Disputa foi realizada pela agência BEin há mais de um mês.

O leilão para o Brasil dos direitos de TV do Francês, turbinado pela participação de Neymar, foi realizado pela agência BEin há mais de um mês. Mas até agora não foi anunciado o vencedor da disputa, processo que geralmente leva menos de uma semana para acontecer.

O fator Neymar é uma faca de dois gumes: Ao mesmo tempo em que catapultou os índices de audiência do Francês no Brasil, mesmo com partidas do PSG exibidas simultaneamente pela ESPN e SporTV, os insistentes rumores de que Neymar pode deixar o clube francês diminuiu, e muito, o apetite dos executivos das emissoras do Brasil por apresentar lances mais ousados para três ou seis anos, os dois formatos apresentados. Os discursos pré-leilão nas TVs iam do conservador ''ninguém aqui vai fazer loucuras'' ao desinteresse total pelos direitos da competição, cujos direitos no Brasil vencem ao final da temporada atual, no meio deste ano.

Diante do silêncio dos representantes do Francês, que até o feriado de Carnaval não haviam se pronunciado sobre o vencedor do leilão dos direitos de TV, executivos das emissoras brasileiras trabalham com três cenários:

1) As propostas pelo Francês ficaram aquém do que gostariam e o vencedor não foi anunciado porque a agência ainda estuda se reconhece como vencedor o autor do maior lance, ou volta ao mercado.

2) A agência espera o melhor momento para propor e realizar uma segunda rodada de lances, mesmo com a perspectiva dos leilões da Libertadores e Champions, entre outros, nos próximos meses.

3) As emissoras serão procuradas para um corpo-a-corpo, como aconteceu com o leilão do Mundial de Clubes, que se estendeu durante meses e cujo acerto saiu em cima do início da competição.

Com informações do blog de Eduardo Ohata, do 'UOL'.


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

387 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 16/02/18, 02:58 pm

avatar
Nível Básico 5
Nível Básico 5
A transmissão de Real Madrid x Paris Saint Germain, jogo realizado nesta quarta-feira (15) no Santiago Bernabéu, em Madri, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, apresentou os seguintes resultados de audiência para Globo e Band, de acordo com dados prévios na Grande São Paulo.

23,9 pontos para Globo e 8 pontos para a Band. Na mesma faixa, a Record marcou 12 pontos, enquanto o SBT, 8,6.

Com informações do UOL, por Flávio Ricco

ATUALIZAÇÃO: Números consolidados do Ibope, publicados pelo UOL Esporte (Rogerio Jovaneli), gerou à Globo 24,6 pontos de audiência e 37% de participação (com a bola rolando), na Grande São Paulo. No Rio de Janeiro, a emissora alcançou 25 pontos de audiência e 44% de share. A Band, em SP, obteve 8,6 de média na bola rolando, chegando a atingir pico de 9,5 pontos.
http://www.esporteemidia.com/2018/02/globo-chega-24-pontos-de-audiencia-com.html

A ESPN Brasil decidiu não exibir a Copa do Mundo da Rússia. O primeiro motivo para não transmissão do evento foi o alto preço dos direitos. Todavia, segundo o UOL Esporte, por Gabriel Vaquer, comercialmente falando, a competição da Fifa não se pagaria no canal. Nem mesmo 30% do valor dos direitos seria conseguido com vendagens comerciais.

O segundo e primordial ponto para desistência da transmissão seria a disputa por direitos que acontecerão neste ano. A ESPN considera que a Copa do Mundo é um tiro muito curto e não muito interessante. Hoje, a emissora quer ter os melhores eventos na semana – no caso, retomar os direitos da Liga dos Campeões da UEFA e conseguir transmitir a Taça Libertadores da América, da qual tem muito interesse.

É um consenso dentro do canal que, hoje, a ESPN tem o melhor portfólio nos fins de semana, com Campeonato Espanhol e Campeonato Inglês. A ideia é reforçar o miolo da semana, e nada melhor do que os dois mais importantes torneios continentais do mundo. Se adquirisse a Copa, a ESPN iria enfraquecida para estas duas brigas.

O terceiro e último ponto, também muito primordial, é a audiência. Os pontos no Ibope dos jogos exibidos ficam muito pulverizados, e com programas analíticos, a ESPN Brasil se dá muito melhor na audiência durante a Copa do Mundo.

Todavia, mesmo sem direitos de exibição dos jogos, a ESPN vai enviar uma equipe robusta para a Rússia, para cobertura jornalística. Um número exato será definido no próximo mês, mas os principais nomes do canal estarão nesta lista.

Procurada para comentar oficialmente sobre o assunto, a ESPN Brasil afirmou: “referência pela variedade e qualidade de seus direitos esportivos, a ESPN está sempre atenta ao mercado para fornecer o melhor conteúdo aos fãs de esportes, porém não comenta sobre negociações em andamento”.
http://www.esporteemidia.com/2018/02/espn-abre-mao-da-copa-para-entrar-forte.html

Um fato histórico. Nenhum jogo da história da Liga dos Campeões da UEFA deu tanta audiência na TV fechada brasileira quanto Real Madrid x Paris SaintGermain, mostrado pelo Esporte Interativo nesta quarta-feira (14).

De acordo com o UOL Esporte, por Ana Carolina Silva e Leandro Carneiro, o canal obteve média de 5,52 pontos com a partida e um pico de 6,27. Para efeitos de comparação, o recorde anterior da competição pertencia ao jogo de ida entre PSG e Barcelona, com 4,95 pontos nas oitavas de final da temporada passada.
http://www.esporteemidia.com/2018/02/esporte-interativo-bate-recorde-de.html

Ver perfil do usuário

ricardo83

388 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 19/02/18, 09:22 am

avatar
Nível Básico 5
Nível Básico 5
O SporTV registrou o melhor mês de janeiro da história da emissora em 2018 em termos de audiência. De acordo com o UOL Esporte, por Eduardo Ohata, 28 milhões de pessoas passaram pelo canal no mês passado, segundo medição do Kantar Ibope.

Os espectadores assistiram mais futebol e vôlei, e o destaque da programação no mês foi a edição 2018 da Copa São Paulo de juniores, que impactou 15,5 milhões de pessoas.

A final da competição, organizada pela Federação Paulista de Futebol, reuniu São Paulo e Flamengo e foi exibida também ao vivo pela Globo na TV aberta, e rendeu ao canal 15 pontos de audiência em São Paulo e no Rio.

Em São Paulo, superou em sete pontos a média da faixa horária das quatro quintas-feiras anteriores. No Rio, o crescimento foi de cinco pontos em relação ao mesmo período.
http://www.esporteemidia.com/2018/02/sportv-alcanca-melhor-janeiro-da.html

Ver perfil do usuário

banzé

389 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 19/02/18, 11:15 am

avatar

Isso para mim soa estranho, a grande audiência do Sportv. Nos meses de dezembro e janeiro, eu notei apenas VTs de jogos já passados, e aqueles jogos de ex-jogadores, misturados com cantores, algo bem ruim. Mas o povo gosta de porcarias, eu prefiro o Fox Sports ou a ESPN, como bons canais esportivos. Surprised


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

390 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 20/02/18, 03:45 pm

avatar
Nível Básico 5
Nível Básico 5
Tenho o mesmo gosto. Não suporto nem amistoso.
Pra mim ou vale algo ou nem perco mais meu tempo.

Ver perfil do usuário

ricardo83

391 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 07/03/18, 08:07 am

avatar
Nível Básico 5
Nível Básico 5
Dados divulgados pelo UOL, por Ricardo Feltrin, apontam que a ESPN perdeu mais de 1 milhão de assinantes desde o início do ano passado. Em audiência, também já foi ultrapassada há tempos, por larga vantagem, pelo FOX Sports, o segundo canal esportivo mais visto, só atrás da SporTV.

Por outro lado, os canais ESPN são bastante prejudicados também porque as maiores operadoras de TV paga do país não os incluem jamais em pacotes econômicos ou mais baratos de assinaturas, por conta da negociação que foi feita no passado entre ambas as partes.

Já os canais SporTV estão em praticamente todas as assinaturas, exceto nas chamadas "super econômicas" (que basicamente só têm canais abertos).

Os chamados canais premium foram os mais atingidos pela crise econômica que atinge o país nos últimos anos: devido à falta de dinheiro, muitos assinantes têm desistido dos pacotes mais caros, ou migrando para os mais baratos ou mesmo deixando a TV paga.
http://www.esporteemidia.com/2018/03/espn-perdeu-mais-de-1-milhao-de.html

Ver perfil do usuário

banzé

392 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 08/03/18, 09:10 am

avatar

Concordo com a matéria, e isso se deve primeiro por criarem um monte de bate-bolas e SportsCenters na grade de programação, e os comentaristas atuais, são muito chatos e ruins, até o Trajano que comandava o esporte da ESPN acha que escolheu mal o Palomino como seu substituto. Surprised


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

393 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 13/03/18, 02:12 pm

avatar

Globo demonstra preocupação com esvaziamento de público do Campeonato Carioca

fonte: Esporte e Mídia

Globo está preocupada com o esvaziamento do Estadual do Rio. Na visão da emissora, há fatores como falta do Maracanã, segurança e fórmula que estão afetado a competição. As informações são do UOL Esporte, por Rodrigo Mattos.

A Globo paga R$ 120 milhões pelo Estadual do Rio, um valor inferior apenas ao do Paulista. As audiências da competição se mantêm em bons patamares, não sendo essa preocupação da emissora. O problema é que o baixo público e atratividade afetam a qualidade do produto.


"Avaliamos constantemente os produtos e eventos cujos direitos adquirimos, jogos que transmitimos. Cabe aprofundar a análise das atuais médias de público no futebol do Rio de Janeiro, abordando todos os aspectos: estádios, segurança pública, momento econômico. Por exemplo, o povo carioca ama o Maracanã e temos tido poucos jogos, mesmo os clássicos, em tal estádio", analisou o diretor de direitos esportivos do Grupo Globo, Fernando Manuel. escreveu:

O executivo ainda destacou que há um excesso de jogos no Brasil, o que pode impactar no público das atuais fases do Estadual. Por isso, entende que o torcedor pode estar "se poupando para os clássicos". Defendeu promoções para aumentar a presença em outros jogos.

A questão é que nem nos clássicos o torcedor carioca tem ido. Fora esse Flamengo e Vasco, nenhum outro jogo entre grandes atingiu a marca de 20 mil. Sem clássicos, o cenário é ainda pior. Na última rodada, a média de público foi de 3.077, com uma partida com apenas 194 pagantes (Portuguesa e Cabofriense).


Ao mesmo tempo, Manuel reconheceu que a baixa presença também pode ter relação com o calendário de jogos do Brasil. "O futebol é feito para seu público, então vale a máxima “a voz do Povo é a voz de Deus”. Cabe termos isso sempre em mente, estarmos atentos à resposta popular e trabalhar no aprimoramento do calendário e seu produto final", avaliou o executivo. escreveu:


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

394 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 15/03/18, 03:54 pm

avatar

Triste fim da Band, com relação ao esporte. O último pode desligar a luz, antes de sair. Sad

Band não deve participar do leilão dos direitos de transmissão da Libertadores

fonte: Esporte e Mídia

Todas as emissoras foram convidadas a participar da disputa dos direitos de transmissão da Taça Libertadores da América 2019-2022. A entrega dos envelopes vai até o dia 26 deste mês.

De acordo com o UOL, por Flávio Rico, a Band, quando o ex-diretor Humberto Candil estava lá, fez alguns questionamentos, buscou esclarecimentos, mas parou por aí. Não deve entrar na disputa.

A propósito, ainda em conformidade com o colunista, o futuro do esporte na Band nunca esteve tão em risco como agora. O último diretor, Humberto Candil, deixou a emissora na sexta-feira passada e até agora não foi passado um comunicado interno a ninguém da sua saída. Nem mesmo escolhida outra pessoa para o seu lugar.

"Difícil saber o que poderá acontecer com o esporte na Band já a partir deste ano. Não será nenhuma surpresa, até porque tudo caminha para isso, se acabarem definitivamente com ele, pelo menos na emissora aberta. Continuar só com dois programas diários não dá", concluiu Ricco.



_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

395 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 28/03/18, 09:16 am

avatar

Internacional lança projeto de escolas de futebol na Argentina e EUA

Objetivo é ampliar receitas a partir da exploração da marca institucional do clube.



O Internacional acaba de abrir escolinhas de futebol fora do país. A ideia faz parte de um projeto de reformulação da metodologia usada nas categorias de base do clube e tem como objetivo ampliar receitas a partir da exploração da marca institucional do Inter, usando, para isso, mercados em que há grande presença de brasileiros. As cidades escolhidas foram Buenos Aires, capital da Argentina, e Davenport, que fica no estado da Flórida, nos Estados Unidos.

“Nossa relação com a Argentina se dá, sobretudo, pelos grandes nomes do futebol daquele país que já defenderam ou ainda defendem nossas cores, como é o caso do ídolo e capitão D’Alessandro, há quase dez anos conosco”, explicou Otavio Rojas, vice-presidente de marketing e mídia do Internacional.

Em Buenos Aires, a escola já conta com cerca de 300 alunos, divididos entre as categorias sub-13, sub-15 e sub-17. Além do futebol, a unidade também possui uma função social, com oferta de alimentação aos jovens e familiares, e apoio escolar e psicológico aos atletas.

Já nos Estados Unidos, onde o projeto tem a gestão do ex-zagueiro Carlos Roberto Santos, o Nenê, que fazia parte do elenco do Inter nos anos 1980, já são 150 alunos entre as categorias sub-10 e sub-12, além de clínicas em High School. Nenê mora na Flórida há mais de 20 anos e é técnico de futebol.

“Nosso projeto também prevê clínicas de futebol em escolas e universidades, e intercâmbio de atletas. Aqui no Brasil, recebemos dois jovens norte-americanos, entre fevereiro e março, no CT de Alvorada. Neste momento, inclusive, a universidade pública Four Corners Upper Scholl e a prefeitura de Davenport são nossas parceiras”, contou Diego Cabrera, coordenador geral das categorias de base do clube gaúcho.

Quem quiser maiores informações sobre a abertura de escolinhas de futebol do Internacional no exterior, pode entrar em contato pelo telefone (+55 51) 3230-4701 ou pelo e-mail escola.futebol@internacional.com.br.


Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/internacional-lanca-projeto-de-escolas-de-futebol-na-argentina-e-eua_34220.html#ixzz5B2rPaCll


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

396 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 09/04/18, 01:53 pm

avatar

Sem propostas, Globo transmitirá Brasileirão sozinha na TV aberta

Exclusividade do maior torneio do país ocorrerá pelo terceiro ano consecutivo.

A menos de uma semana do início do Campeonato Brasileiro, é oficial: apenas a Globo transmitirá a principal competição do futebol nacional na TV aberta em 2018. A exclusividade ocorrerá pelo terceiro ano consecutivo, desde que a Band desistiu, por questões financeiras, de transmitir o torneio em 2016.

Assim como em 2016 e 2017, nenhuma outra emissora mostrou interesse em transmitir o torneio, mesmo que sublicenciado da Globo. A Band, que costumava ser parceira da emissora carioca, desistiu antes da disputa do Brasileirão de 2016, assim como, nos últimos tempos, também desistiu de outros torneios de futebol, como os Estaduais, a Copa do Brasil e, mais recentemente, a Copa do Mundo de 2018.

Oficialmente, o motivo foi “uma mudança estratégica”. Na prática, a questão é puramente financeira.

Com a Copa do Mundo, inclusive, vai acontecer um fato que não acontecia desde 2002, quando apenas a Globo teve os direitos. Em 2018, mais uma vez, somente a emissora carioca transmitirá a maior competição do futebol mundial na TV aberta.

De acordo com o Blog do Ohata, do Uol, como não houve propostas para a TV aberta, o único acordo de sublicenciamento fechado pela Globo no Brasileirão é na TV fechada. A ESPN exibirá os melhores momentos dos jogos, enquanto o Fox Sports terá os melhores momentos e os VTs das partidas. Vale ressaltar que, pelo acordo, trata-se de um pacote com uma qualidade maior do que o compacto exigido por lei.




Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/sem-propostas-globo-transmitira-brasileirao-sozinha-na-tv-aberta_34288.html#ixzz5CC9W4wnm


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

397 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 12/04/18, 02:04 pm

avatar
Nível Básico 5
Nível Básico 5
A Globo pagará por todos os direitos da Copa América-2019 no Brasil R$ 51 milhões, um valor que representa um terço do Campeonato Paulista. O dado consta do contrato obtido pelo UOL Esporte, por Rodrigo Mattos, em colaboração com o programa jornalístico ''Sin Falta'' do Paraguai. Em processo na Justiça dos EUA, a emissora foi acusado por delatores de pagar propinas a ex-dirigentes da Conmebol para obter direitos de competições sul-americanas, o que não incluía esse acordo. A Globo afirma que o contrato foi realizado em negociação de mercado lícita.

O contrato entre a Globo e a Conmebol foi assinado em 2010 e envolve duas edições da Copa América (2015 e 2019), mais todos os campeonatos sul-americanos sub-17 e sub-20 do período. Quem assinou pela Conmebol foi o ex-presidente da Conmebol Nicolás Leóz que está em prisão domiciliar no Paraguai justamente por acusações de corrupção no caso Fifa.

Pelo acordo entre a Globo e a Conmebol, a Copa América tem que ter um mínimo de 25 jogos. A Globo já realizou pagamento da maior parte do valor acertado. Pelo acordo, a emissora tem que pagar mais US$ 11 milhões até 30 dias antes da Copa América. O acordo engloba todos os direitos, incluindo internet, TV a cabo e Aberta.

Foi dada à emissora brasileira também o direito de preferência sobre renovação do acordo. Isso significa que para a próxima Copa América a Globo terá direito de igualar a melhor proposta de outra TV que tem que ser apresentada pela Conmebol.

Questionada, a emissora defendeu a lisura do contrato: ‘Em 2010, o Grupo Globo negociou de boa-fé os direitos de transmissão da Copa América, edições de 2015 e 2019, em valores de mercado. Nas suas relações comerciais, como aliás, em todas as suas atividades, nada é mais importante para o Grupo Globo do que adotar práticas éticas e transparentes’.

A Globo não respondeu se a assinatura do acordo era feita por Marcelo Campos Pinto, executivo da entidade acusado nos EUA de participar da negociação de propina a dirigentes.
https://www.esporteemidia.com/2018/04/globo-paga-r-51-milhoes-pelos-direitos.html

Ver perfil do usuário

banzé

398 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 13/04/18, 03:07 pm

avatar

Já tem um bom tempo que não assisti a Globo, sei lá, perdi a confiança nela, além da sua programação ter um gosto bem duvidoso, em termos de qualidade. Mas respeito quem gosta, já que a concorrência na tv aberta é bem fraca. Smile


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

399 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 17/04/18, 09:40 am

avatar
Nível Básico 5
Nível Básico 5
O prazo para análise dos lances do leilão dos direitos de TV do Francês no Brasil expirou, sem que fosse declarado um vencedor. Os lances encaminhados pelas emissoras de TV em meados de janeiro à agência BEin, que representa o torneio, perderam sua validade. A informação é do UOL Esporte, por Eduardo Ohata.
A falta de competitividade do Francês, demonstrado por PSG 7x1 Monaco, no fim de semana, foi apontado como um fator a trabalhar contra um leilão de TV bem-sucedido no Brasil. Mas as dúvidas em torno do futuro de Neymar é que foram decisivas em deixar os executivos de TV inseguros em relação ao Francês. Os recorrentes rumores de que o brasileiro estaria insatisfeito no PSG e que deseja voltar à Espanha, aliados à contusão no pé direito do meia, fez com que executivos brasileiros decidissem por ''não cometer loucuras'' ao disputar os direitos, e até afugentou emissoras.
Atrapalhou também o afunilamento de diversos leilões de direitos esportivos nos últimos meses, como o das partidas da seleção brasileira e o da Libertadores, para citar apenas os dois mais aguardados.
A aposta do mercado, agora, é que os direitos de TV do Francês retornem ao mercado, com uma forte tendência de que o formato de leilão seja descartado, em favor do mesmo ''corpo a corpo'' que marcou a negociação dos direitos do Mundial de Clubes da Fifa, cujos direitos de transmissão foram definidos entre a Dentsu, representante da Fifa, e Globo apenas às vésperas do início da competição.
https://www.esporteemidia.com/2018/04/propostas-apresentadas-por-emissoras.html

Já existem novidades sobre os direitos de transmissão, das temporadas 2018/2019 – 2021/2022 da Liga dos Campeões da UEFA, de acordo com o UOL, por Flávio Ricco. Todas as emissoras foram convidadas a participar da concorrência, que terá início neste próximo dia 26.
Representantes da Team, empresa responsável pela licitação, estarão no Brasil nos dias 8 e 9 de maio para conversar com os veículos interessados, e o prazo final para entrega das propostas será em 5 de junho.
Na TV aberta, a Globo deve continuar, só não se sabe se dividindo ou não com a Band como vem acontecendo.
A grande disputa poderá ficar mesmo entre os canais fechados, havendo inclusive a possibilidade de um segundo turno para indicar o vencedor ou mesmo para a composição de duas ou mais emissoras.
https://www.esporteemidia.com/2018/04/disputa-pela-liga-dos-campeoes-pode-ter.html

Ver perfil do usuário

banzé

400 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 18/04/18, 04:18 pm

avatar

O francês é bem fraco mesmo, se Neymar for embora para o Real Madrid, o interesse desaparece por completo. Mas não acho que ele irá embora depois da Copa, muito cedo ainda. Quanto aos direitos da Champions vou torcer para continuar com o EI, que tem feito um bom trabalho, pra quem achava que iriam fracassar. Surprised


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 16 de 16]

Ir à página : Anterior  1 ... 9 ... 14, 15, 16

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum