Usuário

Convidado
Mensagens: 0

Últimos assuntos
» Agenda Esportiva
Ontem à(s) 09:08 am por banzé

» Galeria de Arte (6): Marvel e DC
21/02/18, 03:05 pm por banzé

» Galeria de Arte: Ficção & Fantasia
21/02/18, 02:44 pm por banzé

» Esportes, Marketing e Negócios
20/02/18, 03:45 pm por ricardo83

» Marvel Comics - Clarim Diário
20/02/18, 02:39 pm por banzé

» Nossas Musas
20/02/18, 01:23 pm por banzé

» Cosplay World
19/02/18, 11:46 am por banzé

» Lançamentos Vertigo
18/02/18, 09:52 pm por Diego

» Apresentadores e Comentaristas Esportivos
16/02/18, 01:58 pm por banzé

» T.O: Camisas de Futebol
16/02/18, 01:43 pm por banzé

Parceiros

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Entretenimento » Mundo da Bola (Esportes em geral) » 

Esportes, Marketing e Negócios

Ir à página : Anterior  1 ... 9 ... 14, 15, 16  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 15 de 16]

banzé

351 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 24/11/17, 08:08 am

avatar

Eles querem vender um pacote anual com valores altos, mas pro Brasil não vale a pena, já que muitas vezes não tem time brasileiro pra disputar este mundial, e o interesse em transmitir inexiste. Surprised


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

352 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 24/11/17, 10:58 am

avatar
Nível Básico 4
Nível Básico 4
A ESPN Brasil está tendo uma temporada excelente se tratando de audiência com o Campeonato Inglês, exibido pela emissora com exclusividade. De acordo com o Observatório da Televisão, por Gabriel Vaquer, no último fim de semana, pelo menos duas partidas lideraram nos números do Ibope no universo da TV por assinatura.
No sábado (18), os jogos entre Manchester City x Leicester e o clássico do norte de Londres Arsenal x Tottenham, foram primeiro lugar na audiência contando todos os canais da TV fechada, incluindo esportivos e infantis.
Os números são consolidados e refletem a preferência de um seleto grupo de telespectadores nas quinze principais metrópoles do Brasil.
http://www.esporteemidia.com/2017/11/espn-brasil-atinge-lideranca-na-tv.html

A transmissão do clássico entre Atlético de Madrid x Real Madrid, levou o FOX Sports - que transmitiu a partida válida pelo Campeonato Espanhol com exclusividade e equipe in loco -, à liderança da TV por assinatura no fim de semana passado. A informação é do UOL Esporte, por Eduardo Ohata.
O jogo registrou 1,20 pontos, considerada a audiência geral, que leva em conta todas as faixas etárias, segundo medição do Kantar Ibope.
http://www.esporteemidia.com/2017/11/fox-sports-lidera-audiencia-na-tv.html

Ver perfil do usuário

ricardo83

353 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 25/11/17, 11:40 am

avatar
Nível Básico 4
Nível Básico 4
A Fifa, representada pela agência de marketing Dentsu, fechou com a Globo os direitos de TV do
Mundial de Clubes. A informação é do UOL Esporte, por Eduardo Ohata. Outras emissoras brasileiras disputaram os direitos da competição com a Globo.
As negociações com a Fifa vinham acontecendo antes do primeiro jogo da final da Taça Libertadores da América, entre Grêmio x Lanús. Apesar de a vitória do Grêmio não ter sido um fator determinante nas negociações, que foram concluídas nos últimos dois dias, se o time gaúcho carimbar o passaporte para Dubai, é certo que além do SporTV, a Globo transmitirá também na TV
aberta jogos da competição.
''Ficamos felizes em confirmar a cobertura de mais esta edição do Mundial de Clubes nas telas do Grupo Globo. Trata-se de evento tradicional, de grande relevância e que, nesta edição, dependendo da grande final da próxima quarta-feira, pode novamente contar com um gigante brasileiro, o Grêmio, que tem feito uma bela temporada'', disse Fernando Manuel Pinto, diretor de aquisições do Grupo Globo.
Porém, mesmo que o Lanús consiga uma virada sobre o Grêmio, há, sim, possibilidade de partidas do Mundial de Clubes serem exibidos na TV aberta, pois isso já aconteceu em edições anteriores. Na emissora acredita-se que o Real Madrid, que disputa essa edição, pode levar uma eventual final à TV aberta, mesmo sem a participação de uma equipe brasileira.
http://www.esporteemidia.com/2017/11/grupo-globo-compra-direitos-de.html

Ver perfil do usuário

banzé

354 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 27/11/17, 03:04 pm

avatar

@ricardo83 escreveu:
A ESPN Brasil está tendo uma temporada excelente se tratando de audiência com o Campeonato Inglês, exibido pela emissora com exclusividade. De acordo com o Observatório da Televisão, por Gabriel Vaquer, no último fim de semana, pelo menos duas partidas lideraram nos números do Ibope no universo da TV por assinatura.
No sábado (18), os jogos entre Manchester City x Leicester e o clássico do norte de Londres Arsenal x Tottenham, foram primeiro lugar na audiência contando todos os canais da TV fechada, incluindo esportivos e infantis.
Os números são consolidados e refletem a preferência de um seleto grupo de telespectadores nas quinze principais metrópoles do Brasil.
http://www.esporteemidia.com/2017/11/espn-brasil-atinge-lideranca-na-tv.html

A transmissão do clássico entre Atlético de Madrid x Real Madrid, levou o FOX Sports - que transmitiu a partida válida pelo Campeonato Espanhol com exclusividade e equipe in loco -, à liderança da TV por assinatura no fim de semana passado. A informação é do UOL Esporte, por Eduardo Ohata.
O jogo registrou 1,20 pontos, considerada a audiência geral, que leva em conta todas as faixas etárias, segundo medição do Kantar Ibope.
http://www.esporteemidia.com/2017/11/fox-sports-lidera-audiencia-na-tv.html

Acho interessante esse crescimento do futebol europeu pelas tvs brasileiras. Mas pelo qu li no máquina do esporte, esse interesse não cria novos torcedores, já que esses times estão muito longe. Você pode torcer para o Barcelona, mas seu primeiro time é sempre local. Surprised


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

355 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 27/11/17, 03:08 pm

avatar

@ricardo83 escreveu:
A Fifa, representada pela agência de marketing Dentsu, fechou com a Globo os direitos de TV do
Mundial de Clubes. A informação é do UOL Esporte, por Eduardo Ohata. Outras emissoras brasileiras disputaram os direitos da competição com a Globo.
As negociações com a Fifa vinham acontecendo antes do primeiro jogo da final da Taça Libertadores da América, entre Grêmio x Lanús. Apesar de a vitória do Grêmio não ter sido um fator determinante nas negociações, que foram concluídas nos últimos dois dias, se o time gaúcho carimbar o passaporte para Dubai, é certo que além do SporTV, a Globo transmitirá também na TV
aberta jogos da competição.
''Ficamos felizes em confirmar a cobertura de mais esta edição do Mundial de Clubes nas telas do Grupo Globo. Trata-se de evento tradicional, de grande relevância e que, nesta edição, dependendo da grande final da próxima quarta-feira, pode novamente contar com um gigante brasileiro, o Grêmio, que tem feito uma bela temporada'', disse Fernando Manuel Pinto, diretor de aquisições do Grupo Globo.
Porém, mesmo que o Lanús consiga uma virada sobre o Grêmio, há, sim, possibilidade de partidas do Mundial de Clubes serem exibidos na TV aberta, pois isso já aconteceu em edições anteriores. Na emissora acredita-se que o Real Madrid, que disputa essa edição, pode levar uma eventual final à TV aberta, mesmo sem a participação de uma equipe brasileira.
http://www.esporteemidia.com/2017/11/grupo-globo-compra-direitos-de.html

Real Madrid, ou Barcelona são considerados times neutros, não existe animosidade contra eles no Brasil. Já que a Globo e Band passam seus jogos pela Champions, não vejo problemas em suas transmissões, e pelo que li agora, a audiência tem sido satisfatória. Anos atrás isso não seria possível, graças a tv paga. Surprised


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

356 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 30/11/17, 03:00 pm

avatar

Espero que agora a Globo deixe os narradores e comentaristas falar Allianz Parque nas transmissões. Surprised


Globo vai permitir que narradores citem marcas durante transmissão

fonte: Esporte e Mídia

(Reprodução)
A partir de 2018 os narradores esportivos da Globo poderão citar as marcas patrocinadoras dos eventos durante as transmissões. A medida foi confirmada pela emissora pelo jornalista Maurício Stycer, colunista do UOL.

o trio de narradores Galvão Bueno, Cleber Machado e Luis Roberto estaria assinando adendos em seus contratos que permitem citar as marcas somente durante a transmissão das partidas e demais atividades esportivas. Os jornalistas seguem proibidos, no entanto, de fazer qualquer outro tipo de publicidade.

A medida é fruto da nova gestão do Esporte da emissora comandada por Roberto Marinho Neto, que desvinculou o setor do jornalismo. A Globo reconheceu, segundo Stycer, estar fazendo “ajustes” ou “adendos” em contratos de seus profissionais e estudando uma maior aproximação do esporte com o entretenimento.

“A nova unidade do Esporte tem como uma das frentes ampliar o olhar sobre oportunidades junto aos clientes, estudando inclusive modelos mais próximos ao entretenimento. Como parte do processo, ajustes serão feitos aos contratos ou adendos para melhor adequação.”, disse a Globo em comunicado.

Ainda de acordo com o colunista, os jornalistas não devem receber valores adicionais pelo serviço. Aqueles que não aceitarem as novas condições possivelmente serão escalados para transmissões apenas no SporTV.


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

357 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 01/12/17, 03:26 pm

avatar

Ofertas decepcionantes fazem futebol italiano adiar venda de direitos de TV

fonte: Máquina do Esporte

Melhores propostas não chegaram nem à metade do valor estipulado

A Lega Serie A, entidade que administra o futebol italiano, decidiu adiar a venda dos direitos de televisão que contemplam as próximas três temporadas (2018/2019, 2019/2020 e 2020/2021). O motivo é que as melhores propostas apresentadas não chegaram nem à metade do valor estipulado pela liga italiana de um bilhão de euros.
De acordo com o site espanhol Palco 23, a decisão de adiar a venda para o início do ano que vem foi tomada em uma assembleia da Lega Serie A. Até lá a intenção é que se decida um novo procedimento que seja diferente da tentativa de leilão realizada em junho deste ano. A liga não quer diminuir os valores, enquanto as possíveis candidatas a comprar permanecem irredutíveis a aumentar suas ofertas.

As melhores propostas recebidas foram da Sky Italia e do grupo britânico Perform. Os valores não foram divulgados oficialmente, mas nenhuma das duas alcançou sequer 500 milhões de euros, metade do valor estipulado como mínimo. Especula-se que a proposta da Sky Italia foi de 490 milhões de euros. Outra empresa de comunicação forte no país, a Mediaset, recusou-se a apresentar qualquer oferta por considerar o valor mínimo alto demais e não concordar com o leilão.

Os dirigentes chegaram a achar que até o final deste ano ainda haveria alguma proposta possível de ser aceita, pois acreditavam em uma operação conjunta envolvendo Mediaset, Vivendi e Telecom Italia. No entanto, o conglomerado não foi formado, e a mídia italiana crê que o fracasso da seleção do país nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 sepultou de vez as chances, já que o futebol italiano foi praticamente “nocauteado”.
Vale lembrar que, nos últimos meses, a Lega Serie A contratou a multinacional Egon Zehnder, terceira maior do mundo no ramo de pesquisa executiva, consultoria e estratégia de talentos. O objetivo é que a empresa seja capaz de contratar um CEO, função que até hoje não existe no futebol italiano e que será criada após a aprovação de novos estatutos que vão profissionalizar o gerenciamento do futebol no país.






Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/ofertas-decepcionantes-fazem-futebol-italiano-adiar-venda-de-direitos-de-tv_33566.html#ixzz501zpKTr5


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

358 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 05/12/17, 09:27 am

avatar

Globo vai pagar mais de R$ 1,3 bi aos clubes em 2018; veja quanto seu time vai receber

fonte: Esporte e Mídia

No total, a Globo vai pagar cerca de R$ 1,331 bilhão para todos os principais clubes de futebol do Brasil mque estão no Campeonato Brasileiro Série A em 2018. A informação é do Observatório da Televisão, por Gabriel Vaquer. O valor é recorde se tratando do principal esporte do Brasil em cotas pagas pela TV.

Os recordistas no recebimento de cotas de TV continuam sendo Flamengo e Corinthians, as duas maiores torcidas do Brasil. Cada um vai receber R$ 170 milhões, formando o primeiro bloco.

O segundo bloco é composto pelo São Paulo, que receberá R$ 110 milhões. Já o terceiro bloco, que fecha os valores na casa dos três dígitos, é composto por Palmeiras e Vasco, ambos recebendo R$ 100 milhões.

O Santos compõe sozinho o quarto bloco, recebendo R$ 80 milhões. O quinto bloco é o maior em número de times, com seis recebendo R$ 60 milhões: Grêmio, Inter, Fluminense, Cruzeiro, Atlético/MG e Botafogo.

O sexto bloco tem Bahia, Atlético/PR, Sport e Vitória, com cada um recebendo R$ 35 milhões. A Chapecoense fica sozinha no sétimo bloco, tendo R$ 32 milhões de cota.

O oitavo e último bloco é de times que acabaram de subir da segunda divisão. América/MG, Ceará e Paraná vão receber, cada um, R$ 23 milhões.


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

359 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 05/12/17, 10:02 am

avatar
Nível Básico 4
Nível Básico 4
Valorizado com a presença de Neymar no PSG, o Campeonato Francês já está em disputa no Brasil. De acordo com o UOL, por Flávio Ricco, representantes da Liga Francesa de Futebol passaram alguns dias no país, oferecendo para as TVs daqui o que têm de interessante para a próxima temporada.
Os franceses, em reunião com todas as emissoras esportivas brasileiras, apresentaram minuciosamente o que têm para oferecer nos próximos três anos, a partir de 2018.
http://www.esporteemidia.com/2017/12/liga-francesa-de-futebol-se-reune-com.html

Ver perfil do usuário

banzé

360 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 06/12/17, 09:21 am

avatar

Lá vem a facada. Laughing

Esse francês sempre foi o quinto ou sexto dos mais importantes, se bobear o holandês é melhor. Agora que tem o Neymar vão fazer a festa. Acho que teremos apenas uma emissora do Brasil transmitindo as próximas temporadas. Essa coisa de exclusividade é um saco, e só prejudica o telespectador. Rolling Eyes


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

361 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 11/12/17, 09:01 am

avatar
Nível Básico 4
Nível Básico 4
Pela segunda vez na atual edição da Liga dos Campeões, a Band bateu recorde de audiência em um jogo do Paris Saint-Germain na competição. A derrota do time de Neymar, Daniel Alves, Marquinhos e Thiago Silva para o Bayern de Munique por 3 a 1, pela última rodada da fase de grupos, rendeu pico de 12 pontos para a emissora paulista.
Em 31 de outubro, a Band já havia alcançado os mesmos 12 pontos de pico na 4a rodada, na vitória do PSG sobre o Anderlecht por 5 a 0. No entanto, à ocasião, foram 9,4 pontos de média e share de 14,4%. Dessa vez, a média ficou em 10 pontos e o share alcançado foi de 16%.
Nas duas oportunidades, a emissora conseguiu a vice-liderança isolada no horário (17h45 às 19h40). Dessa forma, pretende intensificar ainda mais os trabalhos em cima da competição que, a partir de fevereiro de 2018, entra nas oitavas de final.
O resultado, que foi bastante comemorado pela Band, mostra que o futebol anda realmente em alta na televisão aberta no Brasil. Isso porque a Globo também está celebrando os índices de audiência do Brasileirão, encerrado no último domingo (3). A emissora carioca alcançou mais de 40 pontos de média em três partidas e, no geral, não tinha índices tão bons há 11 anos.
http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/band-bate-novo-recorde-de-audiencia-com-liga-dos-campeoes_33603.html

O Esporte Interativo alcançou números expressivos com a fase de grupos da atual temporada da Liga dos Campeões da UEFA, segundo publicação do UOL Esporte, por Ana Carolina Silva e Leandro Carneiro
O primeio duelo entre PSG e Bayern de Munique por exemplo, foi vista por 1,68 milhão de pessoas e teve 876 mil espectadores em média por minuto. Já o jogo de volta entre franceses e alemães, quase alcançou a marca anterior: 1,55 milhão de pessoas e média de 838 mil por minuto.
O Esporte Interativo ainda liderou em todos os dias de transmissões. Os dois jogos marcaram 1,57 e 1,50 pontos na audiência. No horário da partida, SporTV, FOX Sports e ESPN, somados, marcaram 0,15 e 0,17, segundo dados que o UOL Esporte teve acesso.
Se somados os cinco melhores jogos da fase de grupos (os dois acima, PSG x Celtic, Dortmund x Real e Anderlecht x PSG), o Esporte Interativo teve 1,25 de média na audiência contra 0,25 de seus rivais, com share de 5,31% contra 1,07%.
Os pontos de share correspondem ao percentual de audiência de um canal ou programa diante dos números totais da televisão e da concorrência no mesmo período. Os números se baseiam principalmente na audiência de homens adultos na faixa de 18 a 49 anos.
http://www.esporteemidia.com/2017/12/esporte-interativo-registra-mais.html?m=1

A Liga dos Campeões da UEFA vai terminar 2017 como “único programa” vice-líder de audiência na Band e com sua maior média anual: crescimento de 10%. A informação é do UOL, por Flávio Ricco.
A competição foi também a responsável pelas 3 maiores audiências da emissora na temporada, com os seguintes confrontos: Bayern x PSG (9,6 pontos de média); PSG x Anderlecht (9,4), e PSG x Bayern (9,3). Evidentemente, um claro resultado do “efeito Neymar”.
Os dados são do Ibope na Grande São Paulo, que destaca ainda um crescimento de 67% na audiência desde 2012.
http://www.esporteemidia.com/2017/12/band-teve-aumento-de-10-na-audiencia.html

Ver perfil do usuário

banzé

362 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 11/12/17, 02:05 pm

avatar

A Champions é um grande sucesso no mundo. E no Brasil cresce em audiência a cada ano. Meu medo é ver uma nova geração de torcedores que não gostem dos times brazucas, e preferem torcer para as equipes europeias. Se isso acontecer algum dia, será o fim do nosso futebol. Smile


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

363 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 13/12/17, 11:16 am

avatar

Após fracasso da Itália, Puma sofre novo golpe na Liga dos Campeões

Marca alemã não tem representante nas oitavas de final da competição.

O ano de 2017 é daqueles para a Puma esquecer. Um mês depois de assistir à eliminação de sua principal seleção, a Itália, na repescagem para a Copa do Mundo da Rússia, a marca alemã assistiu à queda de todos os seus patrocinados na fase de grupos da Liga dos Campeões. No sorteio dos confrontos das oitavas de final, nesta segunda-feira (11), nada de Puma.

A esperança da marca, na verdade, se concentrava em apenas um clube, o compatriota Borussia Dortmund. Isso, por si só, já demonstra a falta de força da Puma no atual cenário do futebol europeu. Afinal, de 32 clubes, a marca só tinha um como parceiro.

Porém, havia a esperança de que o tradicional time de Dortmund fosse longe na competição, o que daria um respiro à marca. Não foi o que aconteceu. O clube deu vexame e conquistou apenas dois pontos em um grupo que teve como classificados Tottenham e Real Madrid.

Agora, sem representantes na principal competição de clubes do mundo e com sua principal seleção fora da próxima Copa, os olhos da Puma se voltam para Uruguai e Suíça, as duas únicas seleções parceiras da marca na Rússia 2018. Para se ter uma ideia da disparidade, a Adidas terá 12 representantes no Mundial, enquanto a Nike terá 10 seleções.

Adidas e Nike, aliás, também dominam completamente os 16 clubes classificados para as oitavas de final da Liga dos Campeões. A Nike tem sete representantes, um a mais que a arquirrival Adidas. Os três restantes são patrocinados pela surpreendente New Balance.

De volta ao assunto Puma, a marca alemã vem tentando dar uma resposta a essa série de reveses. Em novembro, anunciou que substituirá a Adidas como patrocinadora da seleção de Israel e ainda teve uma notícia veiculada pelo jornal britânico Daily Mail de que estaria fazendo uma proposta de 56 milhões de euros para barrar a Nike e vestir o Manchester City a partir da próxima temporada.

No entanto, também no mês passado, a imprensa alemã chegou a especular que a marca poderia até ser colocada à venda em breve. O motivo seria a concorrência cada vez mais difícil com as gigantes Nike e Adidas, o crescimento de marcas não europeias como a Under Armour na Europa e o ressurgimento da New Balance no cenário do futebol internacional.



Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/apos-fracasso-da-italia-puma-sofre-novo-golpe-na-liga-dos-campeoes_33634.html#ixzz5199OzfV9


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

364 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 18/12/17, 09:56 am

avatar

Análise: Novo gigante abala mercado esportivo no Brasil

Adalberto Leister Filho comenta consequências da união de Fox Sports e ESPN no mercado brasileiro.

Nos anos 70, época de formação dos conglomerados jornalísticos nos EUA, Allen Neuhart destacava-se como executivo da cadeia de jornais Gannett. Em uma reunião, perguntaram a ele se o nome da empresa era Gannétt ou Gânnett. “A pronúncia correta é dinheiro”, respondeu.

Desde então, a concentração da mídia só se acentuou, favorecida por governos neoliberais nos anos 80, como os de Margareth Thatcher (Inglaterra) e Ronald Reagan (EUA).

Novo patamar foi atingido com a aquisição de parte da Fox pela Disney. O negócio, avaliado em R$ 200 bilhões, faz com que Fox Sports e ESPN passem a ter o mesmo dono no Brasil.
O grupo une atrações como NBA, NFL e Premier League (ESPN) a Libertadores, Copa Sul-Americana, Copa do Brasil e Copa do Mundo 2018 (Fox Sports).

Especula-se que a fusão gera uma sinergia, com as operações em São Paulo sendo comandadas pela ESPN e, no Rio, pelo Fox Sports. No jornalismo, sinergia é sinônimo de demissões.

A nova configuração põe em risco SporTV (Globosat) e Esporte Interativo (Turner). Ambos os grupos podem virar peixe pequeno diante da magnitude da nova concorrente. Que lógica emerge da união entre ESPN e Fox Sports? Se vivo fosse, Neuhart responderia, sem titubear: “Dinheiro”.


*



Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/analise-novo-gigante-abala-mercado-esportivo-no-brasil_33659.html#ixzz51c3YSRVK


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

365 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 19/12/17, 12:13 pm

avatar
Nível Básico 4
Nível Básico 4
O valor dos direitos de transmissão do Campeonato Francês para o Brasil deve mais do que triplicar com a presença de Neymar no Paris Saint-Germain. De acordo com o UOL Esporte (Marcel Rizzo), os interessados em adquirir o torneio para os próximos anos têm até o dia 11 de janeiro para enviar as ofertas. Estima-se que cada temporada vai custar 5 milhões de euros (R$ 20 milhões).
É bem mais do que o 1,5 milhão de euros (R$ 6 milhões) por ano que pagou o Grupo Globo para que o SporTV tivesse o direito da competição por cinco temporadas — acordo que vence ao final do torneio 2017/2018, que finaliza em maio do ano que vem. A Globo sublicenciou a competição para a ESPN, por isso que atualmente as duas emissoras têm os direitos para os jogos de Neymar e PSG no Brasil.
A ideia é que a emissora que comprar a competição faça um contrato de até seis anos, ou seja, até a temporada 2023/2024. O mínimo para assinatura são três anos — a beIN (agência que detêm os direitos) quer se precaver de uma saída precoce de Neymar, o que faria com que o interesse pelo Francês no Brasil desaparecesse.
Ainda segundo a fonte, devem apresentar oferta para a agência as principais emissoras do Brasil (Globo, Fox Sports, ESPN e Esporte Interativo). Pelas regras da concorrência, é possível a venda para duas emissoras, mas é improvável que aconteça.
Espera-se que o resultado da concorrência saia bem rápido, ainda em janeiro de 2018.
http://www.esporteemidia.com/2017/12/emissoras-tem-ate-11-de-janeiro-para.html

Ver perfil do usuário

banzé

366 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 20/12/17, 09:25 am

avatar

Acho que este valor muito maior apenas para o mercado brasileiro, dúvido qeu vai ser o mesmo valor para o mercado inglês e espanhol, que não ligam para o campeonato francês, já que não possuem grandes claques nestes países. Mas acho que o Sportv deve ficar com a competição. Surprised


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

367 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 28/12/17, 06:18 pm

avatar
Nível Básico 4
Nível Básico 4
A ESPN Brasil transmitiu com exclusividade o clássico Real Madrid x Barcelona, válido pelo Campeonato Espanhol, na manhã do último sábado (23) e comemora o resultado da audiência. De acordo com o UOL Esporte, o duelo fez a emissora ser líder na TV fechada.

No horário de Real Madrid x Barcelona uma em cada três televisões ligadas na TV por assinatura estavam na ESPN Brasil.

A ESPN também liderou na audiência das TVs por assinatura durante a sexta (22) e a segunda (25) com a exibição de ouros jogos como Arsenal x Liverpool e partidas da NBA.
http://www.esporteemidia.com/2017/12/espn-lidera-audiencia-na-tv-fechada-com_28.html

Ver perfil do usuário

banzé

368 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 05/01/18, 10:55 am

avatar

Por falar do Real Madrid e Barcelona, eles só ganham dinheiro por lá. E olha que pra mim o campeonato em termos de nível técnico não considero lá grande coisa. Surprised


Saiba quanto Real Madrid e Barcelona faturaram com direitos de TV do Campeonato Espanhol

fonte: Portal Mídia Esporte

Os 20 clubes da primeira divisão espanhola receberam 1,247 bilhão de euros na última temporada.


O Barcelona foi o clube que recebeu o maior valor referente aos direitos de transmissão na última temporada do Campeonato Espanhol. De acordo com a agência 'Reuters', o clube catalão faturou um valor recorde de 146,2 milhões de euros.

O atual campeão Real Madrid arrecadou o segundo maior montante, 140 milhões de euros, seguido por Atlético de Madrid (99 milhões de euros) e Athletic Bilbao (71 milhões de euros). O Leganés, que em 2016 foi promovido à primeira divisão pela primeira vez, foi o time que recebeu a menor quantia (39,3 milhões de euros).

No total, os 20 clubes da primeira divisão espanhola receberam 1,247 bilhão de euros, mais do que o 1,237 bilhão do ano anterior.

A renda é distribuída de acordo com os resultados dos últimos cinco anos, o que explica por que o Barcelona, que foi campeão em 2013, 2015 e 2016, ganhou mais do que o Real, que na temporada passada conquistou o título pela primeira vez desde 2012. Na última temporada, o Barça acumulou 6,2 milhões de euros a mais do que no ano anterior.

A temporada passada foi a segunda em que o Campeonato Espanhol teve seus direitos de transmissão vendidos coletivamente, devido a uma mudança de 2015 na lei do país. No sistema anterior, baseado em negócios individuais com cada clube - semelhante ao modelo adotado atualmente no Campeonato Brasileiro -, a liga recebeu um total de 851 milhões de euros de direitos de transmissão.

A liga espanhola, que controla as duas maiores divisões do Campeonato Espanhol, distribui 90% da renda para os times da primeira divisão, e o restante é encaminhado à segunda divisão


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

369 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 05/01/18, 01:25 pm

avatar
Nível Básico 4
Nível Básico 4
As notícias de uma possível saída de Neymar do PSG, como por exemplo para o Real Madrid, gerou um clima de insegurança entre executivos de emissoras brasileiras de TV em relação ao leilão dos direitos de transmissão do Francês. A informação é do UOL Esporte (Eduardo Ohata).

Os direitos do campeonato, hoje do Grupo Globo que os sublicencia à ESPN, vencem ao final da temporada atual, em meados deste ano.

A apresentação das propostas prevê duas modalidades de ofertas, uma com duração de até seis temporadas e outra mais breve, com previsão de três temporadas. Representantes dos quatro principais canais em condições reais de participar do leilão demonstraram reações que vão do pouco interesse à cautela, sob o discurso de ''não fazer loucuras'', em relação ao Francês.

O argumento recorrente dos executivos, que reconhecem defasagem no valor atual do Francês com Neymar, é justamente que se Neymar trocar o PSG por outro time, terão um mico nas mãos, dada a pouca atratividade do campeonato sem Neymar. É apontado que o Francês carece de um clássico como um Barcelona x Real Madrid, e que até os impressionantes índices do início da temporada, quando o Francês liderava toda a audiência da TV paga (incluindo canais de filmes, infantis, variedade etc) perderam o fôlego.
http://www.esporteemidia.com/2018/01/neymar-fora-do-psg-emissoras-inseguras.html

2017 marcou mais um ano de alta de audiência na ESPN, com crescimento na TV por assinatura e também nas plataformas digitais. De acordo com a emissora, na TV o aumento foi de 15% em relação a 2016, alta superior aos 10% de média do segmento na TV paga. Outro fator de destaque foi o tempo de permanência na frente dos canais ESPN na TV: 45 minutos em média, segundo maior entre os esportivos cuja média diária é de 26 minutos.

O Campeonato Francês, por exemplo, com a presença de Neymar, registrou o triplo da audiência na comparação entre os anos de 2016 e 2017. No mesmo período, o Campeonato Inglês cresceu 51% e o Campeonato Espanhol 24%. A NBA foi mais uma liga de crescimento expressivo, com 26% de aumento no comparativo dos últimos anos. A NFL registrou aumento de 11% no público masculino, acima de 18 anos.

Entre os eventos de maior audiência do ano, o futebol internacional segue liderando o ranking de audiências da ESPN, com destaque para os dois clássicos entre Real Madrid X Barcelona, além dos confrontos do Campeonato Inglês entre Chelsea X Manchester United e Manchester United X Manchester City, partidas que garantiram as maiores audiências da história da liga inglesa nos canais ESPN. Os fãs de esportes americanos também colocaram as finais da NBA e o Super Bowl entre os eventos de maior audiência de 2017.

Além do crescimento de audiência na TV, as plataformas digitais também apresentaram aumento no último ano. O portal ESPN.com.br expandiu aproximadamente 26% o total de visitantes únicos e a plataforma WatchESPN registrou alta de 38%, números que indicam que os fãs consomem conteúdo esportivo no formato de tela de maior conveniência.

Encerrando o ano, os últimos dias de 2017 e a realização da ‘SuperWeek’ garantiram dias de liderança para a ESPN entre todas as emissoras esportivas. Entre os dias 22 e 25 de dezembro e 30 de dezembro e 01 de janeiro, os canais ESPN lideraram com a transmissão de grandes eventos como o clássico espanhol entre Real Madrid X Barcelona, partida que teve uma em cada três televisões da TV paga sintonizadas na ESPN Brasil. No fim de ano, os confrontos da Premier League, a rodada de Natal da NBA e os jogos da virada do ano da NFL também garantiram altos índices de audiência para a ESPN.
http://www.esporteemidia.com/2018/01/espn-encerra-2017-na-vice-lideranca.html

A Copa da França tem novo exibidor no Brasil. A competição, que já foi mostrada pelo SporTV e Esporte Interativo, agora tem os direitos de transmissão pertencentes ao FOX Sports. A cobertura começa neste final de semana com três jogos mostrados ao vivo. Confira abaixo (horários de Brasília).

SÁBADO (6)
17h00 - Nancy x Lyon - FOX SPORTS

DOMINGO (7)
10h15 - Olympique x Valenciennes - FOX SPORTS
17h00 - Rennes x PSG - FOX SPORTS

A decisão do torneio acontece no final de abril.
http://www.esporteemidia.com/2018/01/fox-sports-adquire-direitos-de.html

Ver perfil do usuário

banzé

370 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 06/01/18, 04:00 pm

avatar

Não sei como será o futuro. Mas acredito que espn e Fox Sports vão dividir seus esportes entre elas, como a Libertadores e Premier League. Só espero que não mude o nome Fox Sports na América Latina. Surprised


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

371 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 07/01/18, 11:50 am

avatar
Nível Básico 4
Nível Básico 4
Os canais FOX Sports do Brasil, cuja aquisição foi anunciada pela Disney, não tem planos para fazer 'jogo de equipe' na aquisição de direitos de TV com os canais ESPN, que já eram propriedade do Grupo Disney. A informação foi publicada pelo UOL Esporte (Eduardo Ohata).

Não há determinação da parte da Disney, ao menos no momento, para qualquer um dos canais no sentido de realizar no mercado brasileiro lances conjuntos por direitos de TV de competições esportivas ou de obedecer um teto nos lances para não inflacionar o mercado. Tampouco existe previsão de uma reunião entre as cúpulas de Fox Sports e ESPN no Brasil para discutir o assunto.

A ideia é que no curto a médio prazo FOX Sports e ESPN sigam suas rotinas no que toca à grade de programação e aquisições. Alianças apalavradas com terceiros, relacionadas a participações em leilões de direitos de TV e ramificações, no caso de direitos de TV que interessam também à agora emissora co-irmã, continuam de pé.

Um dos argumentos de um dos canais da Disney para que 'cada um siga sua vida' foi a mega-aquisição nos EUA do Grupo Warner pela AT&T. Anunciado em 2016, o negócio não foi concluído até agora pois precisa do aval de órgãos regulatórios dos EUA, além de
enfrentar oposição do Departamento de Justiça dos EUA.
http://www.esporteemidia.com/2017/12/fox-sports-e-espn-nao-farao-jogo-de.html

Ver perfil do usuário

banzé

372 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 09/01/18, 04:36 pm

avatar

Eu acho que terá a aprovação com certas ressalvas. Mas acredito que na próxima Copa 22. As equipes estarão mais juntas. Surprised


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

373 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 10/01/18, 09:52 am

avatar

Adoraria ver a Seleção Brasileira vestindo Adidas, pra mim tem os uniformes mais bonitos. A CBF deveria fazer acordos com bolas e uniformes dos arbitros. Seria um bom começo desta "parceria". Smile


Adidas perde Newell’s Old Boys e Real Sociedad, e liga sinal de alerta

Nos últimos meses, marca alemã sofreu vários reveses no futebol europeu.

O argentino Newell’s Old Boys e o espanhol Real Sociedad decidiram não renovar seus contratos de patrocínio e deixarão de vestir Adidas. Com isso, a marca alemã sofre mais dois reveses em questão de meses e liga o sinal de alerta para um 2018 que não começa como o esperado.

Na Argentina, o Newell’s Old Boys decidiu substituir a Adidas. O clube foi parceiro da marca alemã por duas temporadas e meia, mas preferiu trocar o patrocínio e fechou com a britânica Umbro por um valor não divulgado. A informação da duração do contrato também não veio a público, mas a troca foi imediata, já que o Newell's já está vestindo Umbro. Atualmente, o clube é o 20o colocado no Campeonato Argentino.

Já na Espanha, o acordo encerrado pela Real Sociedad era ainda mais longo. O clube basco do norte do país estava com a Adidas desde 2014 e, após quatro anos de parceria, decidiu não renovar e fechar com a Macron. A marca italiana passará a estampar seu logotipo no uniforme do clube a partir de julho de 2018, no início da temporada 2018/2019. Atualmente, a Real Sociedad ocupa a 13a posição no Campeonato Espanhol.

Em dezembro, outro clube espanhol, o Betis, já havia divulgado que deverá rescindir seu contrato com a Adidas, que vem desde 2015 e tem validade até 2020, para fechar muito provavelmente com a Kappa ainda antes do final desta temporada.

O clube chegou a afirmar, segundo o jornal on-line ABC de Sevilla, que seus dirigentes esperavam um design mais personalizado nas camisas de treino e de jogo, o que, segundo eles, não aconteceu, além de um aumento no valor do contrato.

E não para por aí. Em outubro, o Milan já havia forçado o rompimento com a Adidas e só vestirá a marca alemã até o final da atual temporada. O clube italiano tinha contrato com a marca das três listras até 2023. Ainda não houve um anúncio oficial, mas a equipe deve fechar com a Puma.

A mesma coisa, aliás, acontecerá com o Olympique de Marseille. O clube francês encerrou uma parceria que vinha desde a temporada 1974/1975 com a Adidas e já anunciou a Puma como substituta a partir da próxima temporada.

E também em outubro, o revés da Adidas havia sido ainda mais impactante. A Uefa decidiu acabar com um acordo histórico da Liga Europa com a marca alemã, que remontava à década de 1960, e fechar com a japonesa Molten. O patrocínio envolve não só as bolas oficiais mas também outros detalhes, como o uniforme dos árbitros e bandeirinhas, e o merchandising. A nova parceria entrará em vigor na temporada 2018/2019 e terá duração de três anos.

Como pela primeira vez a Uefa decidiu fazer contratos individuais e não em conjunto entre Liga dos Campeões e Liga Europa, ainda existe a possibilidade de a Adidas também perder a parceria com a maior competição de clubes do mundo, o que seria um desastre para a marca.

Vale lembrar que, ao final da atual temporada, a Adidas também não terá mais a bola da Bundesliga, com quem tinha parceria desde 2010. A partir de 2018/2019, a liga alemã utilizará bolas da marca dinamarquesa Derbystar, empresa que já foi dona da bola do Campeonato Alemão na temporada 1979/1980.





Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/adidas-perde-newells-old-boys-e-real-sociedad-e-liga-sinal-de-alerta_33747.html#ixzz53mWinTZ3


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

374 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 11/01/18, 09:22 am

avatar

Por aqui, os presidentes das federações e da CBF pegam a maior parte dos lucros e não investem nos clubes. Surprised


Federação Britânica investirá 204 milhões de euros por ano no futebol

Aumento de injeção de dinheiro será de 46% em 2018 e 2019.

A Federação Britânica de Futebol (FA) anunciou que investirá 204 milhões de euros por ano no futebol. A nova injeção de dinheiro valerá para 2018 e 2019, e representa um aumento de 46% na quantia que era colocada no esporte mais famoso do mundo até o ano passado.

De acordo com o anúncio, o dinheiro será usado para algumas questões pontuais. A principal delas é permitir o pagamento final da dívida do estádio de Wembley, o mais emblemático do país, em 2024. Após seis anos de reformas, o estádio foi reinaugurado em maio de 2007, mas o pagamento da dívida das obras ainda perdura.
Além disso, o valor também permitirá que o futebol feminino receba cerca de 56,5 milhões de euros nos próximos seis anos e ganhe mais força e adeptas no país. O objetivo é chegar a 3.200 novos centros, chamados de Wildcats, que promovam o futebol entre meninas de cinco a onze anos de idade.

Outra mudança revelada pela FA são as premiações concedidas aos participantes da Emirates FA Cup (Copa da Inglaterra). Os clubes receberão o dobro do que estão acostumados, graças, segundo o anúncio, aos novos contratos de direitos de televisão relacionados ao torneio, assim como ao novo contrato de longo prazo da seleção nacional com a Nike. A parceria com a marca norte-americana é válida até 2030.

A Federação também revelou que pretende criar um fundo para apoiar competições de futebol amador, assim como para o futsal e para o futebol praticado por deficientes. Além disso, o futebol nas escolas, bancado por prefeituras, receberá um aporte de pouco mais de 10 milhões de euros por ano. O dinheiro será usado na construção ou reformas de quadras e campos, além de vestiários e infraestrutura em geral.

Atualmente com 20 mil clubes afiliados, a Federação Britânica de Futebol ainda pretende garantir um treinador de nível um para cada uma das 64 mil equipes, de idades, gêneros e categorias diferentes, que estes clubes gerenciam. Tudo para ter certeza de que os mais jovens receberão os melhores conselhos possíveis enquanto tentam realizar o sonho de se tornar jogadores de futebol.

"As iniciativas e os investimentos anunciados terão um impacto significativo na forma como o futebol é executado neste país. Eles ilustram o comprometimento da FA em se tornar uma organização mais inclusiva e diversificada, o que vai contribuir muito para o futebol inglês", resumiu Martin Glenn, diretor executivo da FA.

Recentemente, os investimentos em todas as esferas de futebol do país começaram a dar resultados práticos. Em 2015, a seleção feminina adulta fez sua melhor campanha na história e ficou em terceiro na Copa do Mundo. Já em 2017, os jovens foram ainda mais longe e conquistaram os títulos inéditos de campeões mundiais sub-17 e sub-20 no masculino.




Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/federacao-britanica-investira-204-milhoes-de-euros-por-ano-no-futebol_33759.html#ixzz53sFnnqq4


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

375 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 12/01/18, 02:05 pm

avatar

Futebol da Itália rejeita oferta bilionária de financiamento do Qatar

Fiorentina, Inter de Milão, Juventus e Torino barraram venda de direitos comerciais.

O Qatar, por meio do International Bank of Qatar, fez uma proposta de 13 bilhões de euros para adquirir “certos direitos comerciais” da Serie A, nome dado ao Campeonato Italiano de Futebol, na semana passada. Após alguns dias de expectativa, a oferta foi rejeitada. E pela falta de apenas um voto.

Segundo um protocolo combinado anteriormente, eram necessários 14 votos a favor da venda para que ela se confirmasse. Só que apenas 13 clubes votaram ‘sim’. Os responsáveis por barrar a venda por votarem ‘não’ foram Fiorentina, Inter de Milão, Juventus e Torino. Roma e Napoli não estiveram presentes, e o Sassuolo absteve-se.

De acordo com o jornal La Gazzetta dello Sport, a oferta, que teria validade de 10 anos, seria para garantir ao Qatar “certos direitos comerciais” que não foram tornados públicos. Ainda segundo a publicação, a proposta foi recusada por quatro clubes por conta de informações incertas sobre a possível transação financeira e também pelo fato de que vários clubes que disputam a competição possuem patrocínios ou parcerias menores com outras instituições bancárias.

Apesar de rechaçar o dinheiro vindo do Qatar, a entidade que comanda o futebol italiano sabe que precisa fazer algo diferente para melhorar suas finanças, que andam mal das pernas nos últimos anos.

O primeiro passo já foi dado e consistiu na renovação de contrato com a Nike como fornecedora oficial de material esportivo. O segundo anda um pouco mais complicado. A Federação Italiana tenta forçar um aumento nos valores de direitos de televisão no ciclo 2018/2021 para ter uma receita maior e respirar. As emissoras italianas, no entanto, fizeram propostas bem abaixo do esperado e até o momento continuam firmes em não querer subir os valores já apresentados.






Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/futebol-da-italia-rejeita-oferta-bilionaria-de-financiamento-do-qatar_33778.html#ixzz53zFbGf5Q


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 15 de 16]

Ir à página : Anterior  1 ... 9 ... 14, 15, 16  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum