Usuário

Convidado
Mensagens: 0

Últimos assuntos
» Agenda Esportiva
Hoje à(s) 09:24 am por banzé

» Galeria de Arte (5): Marvel e DC
Ontem à(s) 03:52 pm por banzé

» Novidades Panini Comics
Ontem à(s) 09:21 am por banzé

» Galeria de Arte: Heróis Bonelli
27/06/17, 11:20 am por banzé

» As mais belas Tatuagens
27/06/17, 10:50 am por banzé

» Checklist Marvel/Panini (Junho/2017 - pág.05)
27/06/17, 08:30 am por Roger MDC

» Galeria de Arte: Ficção & Fantasia
26/06/17, 10:40 am por banzé

» Solicitações: Marvel Comics USA (Setembro/2017 - pág.02)
26/06/17, 10:38 am por banzé

» Novas séries
26/06/17, 09:56 am por banzé

» TV por Assinatura: Nova numeração dos canais na Sky (pág.03)
23/06/17, 02:22 pm por banzé

Parceiros

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Entretenimento » Mundo da Bola (Esportes em geral) » 

Esportes, Marketing e Negócios

Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 12, 13, 14

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 14 de 14]

banzé

326 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 16/02/17, 10:51 am

avatar

Interessante, mas eles já tem uma liga dos campeões da Concacaf. Sera que seria diminuída ??? Surprised

México quer criar torneio com times da MLS

Com saída de times mexicanos de Libertadores, ideia é ter até 8 times do país e 8 de liga americana em competição.

A Federação Mexicana de Futebol planeja promover um torneio entre equipes do país e da MLS, a principal liga da modalidade nos Estados Unidos. A ideia é oferecer uma competição atrativa para os clubes locais após a saída dos times do México da Copa Libertadores.

De certa forma, também é um desafio à política isolacionista do presidente Donald Trump, que pretende erguer um imenso muro na fronteira entre Estados Unidos e México.

A ideia é ter a participação de quatro franquias da MLS que enfrentariam Xolos, Chivas Guadalajara e América, além de outro clube mexicano a definir. A primeira edição do torneio seria disputada ainda neste ano.

“A MLS é um mercado atrativo. A ideia é aproveitar a rivalidade que existe entre as seleções do México e Estados Unidos”, afirmou Francisco Suinaca, vice-presidente executivo do Toluca e membro do Comitê de Desenvolvimento Esportivo da federação mexicana.

Após uma primeira edição com quatro times de cada país, a ideia é que o torneio seja ampliado para oito clubes do México e oito franquias da MLS nos próximos anos.




Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/mexico-quer-criar-torneio-com-times-da-mls_31980.html#ixzz4YqswVOAc




_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

327 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 16/02/17, 02:24 pm

avatar
Nível Básico 2
Nível Básico 2
Legal essa ideia, creio que isso será natural no futuro.

Ver perfil do usuário

banzé

328 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 23/02/17, 09:21 am

avatar

Pra quem é fã de Basquete, é um bom espaço aberto pelo EI. Que ficava na boa vontade da Sportv passar ou não. Smile

ESPORTE INTERATIVO ADQUIRE DIREITOS DE TRANSMISSÃO DOS TORNEIOS DA FIBA

fonte: Esporte e Mídia

O Esporte Interativo chegou a acordo com a Fiba (Federação Internacional de Basquete) e transmitirá pelos próximos cinco anos algumas das principais competições internacionais da modalidade, como Copa América, Mundiais e eliminatórias desses torneios, além dos torneios pré-olímpicos. A informação foi publicada pela Folha de S. Paulo, por Guilherme Seto. A emissora do grupo Turner adquiriu direitos de transmissão exclusivos para TV aberta, TV fechada e internet.

Esses direitos pertenciam ao SporTV, que foi superado pelo Esporte Interativo no novo processo de concorrência. Atualmente, o SporTV detém os direitos de transmissão da NBA, assim como os canais ESPN.

Com os direitos da Fiba, o Esporte Interativo terá como atrações os jogos de seleções internacionais como Estados Unidos, Espanha e Argentina, tanto dos times masculinos como femininos.

Os jogos das seleções brasileiras também fazem parte do pacote. No entanto, a CBB (Confederação Brasileira de Basquete) está suspensa pela Fiba devido a problemas de gestão.

O primeiro torneio a ser transmitido pelo Esporte Interativo será a Copa América de 2017. O campeonato masculino será disputado em agosto, e o feminino, em setembro.



O primeiro torneio a ser transmitido pelo Esporte Interativo será a Copa América (Fiba)


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

329 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 27/03/17, 09:02 am

avatar

COMO FICARIAM AS COTAS DE TV EM 2017, SE A REGRA FUTURA, DETERMINADA PELA GLOBO, JÁ VALESSE?

fonte: Esporte e Mídia



O formato atual de distribuição de receita do Campeonato Brasileiro termina em 2018 quando vence os atuais contratos dos clubes com a Globo.

A partir de 2019, com a entrada do Esporte Interativo, haverá uma divisão, de clubes e receitas. Forçada pela concorrência, a Globo resolveu adotar um sistema semelhante ao do Campeonato Inglês. A divisão será 40% em parcelas iguais, 30% em rendimento e 30% em audiência, em vez de 50%, 25% e 25% da liga inglesa.

Embora clubes como Bahia, Coritiba, Internacional e Santos tenham assinado com o Esporte Interativo, a tendência é que sigam com a Globo no sinal aberto.

Como curiosidade, o Diário de Pernambuco, por Cassio Zirpoli, simulou as cotas da Série A de 2017 com o novo modelo. O montante de “cotas fixas” é de R$ 1,306 bilhão, já com a ampliação recente da Chapecoense, que passa a ganhar R$ 32 mi, em vez de R$ 23 mi. Para a projeção, a única ressalva seria a receita do SportTV, presente no número, mas que seria repassada apenas aos contratados da Globo, claro. Portanto, em vez do atual sistema de (oito) cotas, com um hiato de R$ 147 milhões entre a maior cota (Flamengo e Corinthians) e a menor (Ponte, Avaí e Atlético/GO), a diferença máxima seria a metade disso, R$ 73 milhões. No caso, entre Flamengo e Avaí, recém-promovido. Mais equilíbrio.



No quadro, o jornalista pernambucano projetou a cota conferindo os seguintes valores na divisão por classificação: 20x para o campeão (ou seja, 20 x R$ 1.865.714, o valor base), 19x para o vice, 18x para o 3º lugar e assim sucessivamente, até o 4º da Série B, com 1x. Já na coluna de audiência, o valor considerado foi 30% da verba que cada clube receberá de fato, pois trata-se da única fonte de informação para definir a atual visibilidade de cada um neste momento.

Ressalte-se que a demonstração é referente apenas às cotas fixas, uma vez que há o rateio de meio bilhão de reais no PPV, através do Premiere, até então calculado pelo número de assinantes apurado em pesquisa do Datafolha, ampliando a disparidade. Em 2015, o Sport, com 1,4% dos assinantes, ganhou R$ 6,75 milhões. O Fla, com 19,2%, recebeu R$ 68 mi. Aliás, com o impacto econômico do PPV segue ascendente no bolo – mantendo Fla e Timão bem à frente. Hoje, corresponde a 27,6%. Em 2019, já salta para 33,2%, com 650 milhões de reais.





_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

330 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 27/03/17, 12:28 pm

avatar
Nível Básico 2
Nível Básico 2
Acho muito interessante cotas de TV, mas acho que devam ser revistas todos os anos, pois pode variar demais a audiência de um time de um ano para outro.

Ver perfil do usuário

banzé

331 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 13/05/17, 09:09 am

avatar

GLOBO CONFIRMA DEBATE SOBRE PADRONIZAÇÃO DOS GRÁFICOS DO CAMPEONATO BRASILEIRO

fonte: Esporte e Mídia


A ideia é o Brasileirão ter uma cara na televisão (Reprodução)

A CBF e a Globo discutem a criação de um padrão único nas transmissões televisivas do Campeonato Brasileiro, repetindo o modelo bem-sucedido do Campeonato Inglês, Liga dos Campeões e Copa do Mundo. Segundo o UOL Esporte, por Rodrigo Mattos, isso se daria por meio de uma fonte só de imagens com gráficos padrão para cada competição. Assim, a competição teria uma cara na televisão.

A Globo, vê com simpatia o projeto e confirmou que a ideia está em debate e provavelmente será implementada no futuro, sem data ainda.

No momento, a confederação e a Globo já chegaram a um consenso sobre padronizar as imagens da Copa do Brasil e da Série B do Brasileiro. Isso porque houve renovações dos dois contratos recentemente e o tema entrou em pauta. Daí, surgiu a conversa sobre a Série A

O modelo discutido não é igual ao da Copa do Mundo. Na competição da Fifa, a HBS faz todas as filmagens e já coloca gráficos, placar, escalação e logos nas imagens. Depois, manda para as emissoras detentoras de direitos. No caso do Brasil, a Globo continuaria a ser responsável pelas filmagens, por meio de suas produtoras, já que tem esse direito por contratos assinados.

A questão é o tratamento das imagens recebidas. A ideia é criar padrões pelos quais o telespectador imediatamente reconheça que aquele é um jogo do Brasileiro. Por exemplo, o logo da competição entra logo de cara na transmissão. Isso é importante para fixar a marca do campeonato.

Para aplicar a ideia, há duas discussões: custos de produção e propriedade intelectual. As criações de logos e grafismos exclusivos para cada competições envolvem dinheiro e tem que se definir quem pagará. E marcas implicam em pagamentos por direitos de uso, e saber quem será o seu dono.


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

332 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 13/06/17, 02:57 pm

avatar

talvez seja por isso que os canais abertos vide Band e Redetv! não se interessam mais em transmitir o Calcio na tv aberta brasileira. Surprised

Liga italiana vê queda em oferta pelos direitos de TV

Após rejeição do mercado a oferta de R$ 3,7 bi, dirigentes oferecem torneio às TVs por R$ 3,5 bi.

fonte: Máquina do Esporte

Os direitos de TV do Campeonato Italiano podem ter queda em relação ao que foi pago pelas transmissões da Série A TIM no último triênio.

A direção da liga anunciou que irá anunciar uma nova licitação depois que o processo aberto há algumas semanas não encontrou nenhum interessado em pagar ao menos € 1 bilhão (R$ 3,69 bilhões) por ano pela exibição do torneio na Itália.

A concorrência, referente às temporadas de 2018/19 a 2020/21, entrou em um impasse após a Mediaset Premium decidir abandonar a disputa. “As ofertas apresentadas não representam o valor real do futebol italiano”, afirmou Carlo Tavecchio, presidente da emissora.

Por conta disso, a Série A decidiu acatar as exigências do mercado e optou por diminuir suas pretensões e fixar a oferta mínima em € 945 milhões (R$ 3,491 bilhões), o que equivale ao “valor inicial do contrato que está perto de terminar atualmente”.

A Mediaset e a Vivendi não fizeram ofertas, enquanto a Sky se associou ao Perform Group, do Reino Unido, interessada em quatro dos cinco pacotes oferecidos, incluindo as transmissões em streaming. Apesar disso, só ofereceram € 230 milhões (R$ 850 milhões) pelo pacote que inclui as transmissões dos oito principais clubes pela TV e € 210 milhões (R$ 776 milhões) pelo grupo D, composto pelos 12 demais clubes. A proposta conjunta ficou € 220 milhões (R$ 813 milhões) abaixo do que era pretendido pelos dirigentes da liga.



Juventus ergue o troféu do hexacampeonato italiano




_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 14 de 14]

Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 12, 13, 14

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum