Usuário

Convidado
Mensagens: 0

Últimos assuntos
» Agenda Esportiva
Hoje à(s) 08:55 am por banzé

» Action Figures: Marvel, DC, etc.
Ontem à(s) 03:59 pm por banzé

» Galeria de Arte: Ficção & Fantasia
Ontem à(s) 02:37 pm por banzé

» Galeria de Arte (6): Marvel e DC
Ontem à(s) 02:35 pm por banzé

» Galeria de arte: Imagens de animes/mangás
Ontem à(s) 02:30 pm por banzé

» Atualizações do fórum
Ontem à(s) 02:28 pm por banzé

» DC Comics - Planeta Diário
16/10/17, 11:14 am por Roger MDC

» Novidades Panini Comics
16/10/17, 11:10 am por Roger MDC

» Marvel Comics - Clarim Diário
14/10/17, 02:13 pm por Diego

» Nossas Musas
14/10/17, 02:09 pm por banzé

Parceiros

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Entretenimento » Mundo da Bola (Esportes em geral) » 

Esportes, Marketing e Negócios

Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 12, 13, 14

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 14 de 14]

banzé

326 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 16/02/17, 10:51 am

avatar

conectado
Interessante, mas eles já tem uma liga dos campeões da Concacaf. Sera que seria diminuída ??? Surprised

México quer criar torneio com times da MLS

Com saída de times mexicanos de Libertadores, ideia é ter até 8 times do país e 8 de liga americana em competição.

A Federação Mexicana de Futebol planeja promover um torneio entre equipes do país e da MLS, a principal liga da modalidade nos Estados Unidos. A ideia é oferecer uma competição atrativa para os clubes locais após a saída dos times do México da Copa Libertadores.

De certa forma, também é um desafio à política isolacionista do presidente Donald Trump, que pretende erguer um imenso muro na fronteira entre Estados Unidos e México.

A ideia é ter a participação de quatro franquias da MLS que enfrentariam Xolos, Chivas Guadalajara e América, além de outro clube mexicano a definir. A primeira edição do torneio seria disputada ainda neste ano.

“A MLS é um mercado atrativo. A ideia é aproveitar a rivalidade que existe entre as seleções do México e Estados Unidos”, afirmou Francisco Suinaca, vice-presidente executivo do Toluca e membro do Comitê de Desenvolvimento Esportivo da federação mexicana.

Após uma primeira edição com quatro times de cada país, a ideia é que o torneio seja ampliado para oito clubes do México e oito franquias da MLS nos próximos anos.




Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/mexico-quer-criar-torneio-com-times-da-mls_31980.html#ixzz4YqswVOAc




_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

327 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 16/02/17, 02:24 pm

avatar
Nível Básico 4
Nível Básico 4
Legal essa ideia, creio que isso será natural no futuro.

Ver perfil do usuário

banzé

328 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 23/02/17, 09:21 am

avatar

conectado
Pra quem é fã de Basquete, é um bom espaço aberto pelo EI. Que ficava na boa vontade da Sportv passar ou não. Smile

ESPORTE INTERATIVO ADQUIRE DIREITOS DE TRANSMISSÃO DOS TORNEIOS DA FIBA

fonte: Esporte e Mídia

O Esporte Interativo chegou a acordo com a Fiba (Federação Internacional de Basquete) e transmitirá pelos próximos cinco anos algumas das principais competições internacionais da modalidade, como Copa América, Mundiais e eliminatórias desses torneios, além dos torneios pré-olímpicos. A informação foi publicada pela Folha de S. Paulo, por Guilherme Seto. A emissora do grupo Turner adquiriu direitos de transmissão exclusivos para TV aberta, TV fechada e internet.

Esses direitos pertenciam ao SporTV, que foi superado pelo Esporte Interativo no novo processo de concorrência. Atualmente, o SporTV detém os direitos de transmissão da NBA, assim como os canais ESPN.

Com os direitos da Fiba, o Esporte Interativo terá como atrações os jogos de seleções internacionais como Estados Unidos, Espanha e Argentina, tanto dos times masculinos como femininos.

Os jogos das seleções brasileiras também fazem parte do pacote. No entanto, a CBB (Confederação Brasileira de Basquete) está suspensa pela Fiba devido a problemas de gestão.

O primeiro torneio a ser transmitido pelo Esporte Interativo será a Copa América de 2017. O campeonato masculino será disputado em agosto, e o feminino, em setembro.



O primeiro torneio a ser transmitido pelo Esporte Interativo será a Copa América (Fiba)


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

329 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 27/03/17, 09:02 am

avatar

conectado
COMO FICARIAM AS COTAS DE TV EM 2017, SE A REGRA FUTURA, DETERMINADA PELA GLOBO, JÁ VALESSE?

fonte: Esporte e Mídia



O formato atual de distribuição de receita do Campeonato Brasileiro termina em 2018 quando vence os atuais contratos dos clubes com a Globo.

A partir de 2019, com a entrada do Esporte Interativo, haverá uma divisão, de clubes e receitas. Forçada pela concorrência, a Globo resolveu adotar um sistema semelhante ao do Campeonato Inglês. A divisão será 40% em parcelas iguais, 30% em rendimento e 30% em audiência, em vez de 50%, 25% e 25% da liga inglesa.

Embora clubes como Bahia, Coritiba, Internacional e Santos tenham assinado com o Esporte Interativo, a tendência é que sigam com a Globo no sinal aberto.

Como curiosidade, o Diário de Pernambuco, por Cassio Zirpoli, simulou as cotas da Série A de 2017 com o novo modelo. O montante de “cotas fixas” é de R$ 1,306 bilhão, já com a ampliação recente da Chapecoense, que passa a ganhar R$ 32 mi, em vez de R$ 23 mi. Para a projeção, a única ressalva seria a receita do SportTV, presente no número, mas que seria repassada apenas aos contratados da Globo, claro. Portanto, em vez do atual sistema de (oito) cotas, com um hiato de R$ 147 milhões entre a maior cota (Flamengo e Corinthians) e a menor (Ponte, Avaí e Atlético/GO), a diferença máxima seria a metade disso, R$ 73 milhões. No caso, entre Flamengo e Avaí, recém-promovido. Mais equilíbrio.



No quadro, o jornalista pernambucano projetou a cota conferindo os seguintes valores na divisão por classificação: 20x para o campeão (ou seja, 20 x R$ 1.865.714, o valor base), 19x para o vice, 18x para o 3º lugar e assim sucessivamente, até o 4º da Série B, com 1x. Já na coluna de audiência, o valor considerado foi 30% da verba que cada clube receberá de fato, pois trata-se da única fonte de informação para definir a atual visibilidade de cada um neste momento.

Ressalte-se que a demonstração é referente apenas às cotas fixas, uma vez que há o rateio de meio bilhão de reais no PPV, através do Premiere, até então calculado pelo número de assinantes apurado em pesquisa do Datafolha, ampliando a disparidade. Em 2015, o Sport, com 1,4% dos assinantes, ganhou R$ 6,75 milhões. O Fla, com 19,2%, recebeu R$ 68 mi. Aliás, com o impacto econômico do PPV segue ascendente no bolo – mantendo Fla e Timão bem à frente. Hoje, corresponde a 27,6%. Em 2019, já salta para 33,2%, com 650 milhões de reais.





_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

330 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 27/03/17, 12:28 pm

avatar
Nível Básico 4
Nível Básico 4
Acho muito interessante cotas de TV, mas acho que devam ser revistas todos os anos, pois pode variar demais a audiência de um time de um ano para outro.

Ver perfil do usuário

banzé

331 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 13/05/17, 09:09 am

avatar

conectado
GLOBO CONFIRMA DEBATE SOBRE PADRONIZAÇÃO DOS GRÁFICOS DO CAMPEONATO BRASILEIRO

fonte: Esporte e Mídia


A ideia é o Brasileirão ter uma cara na televisão (Reprodução)

A CBF e a Globo discutem a criação de um padrão único nas transmissões televisivas do Campeonato Brasileiro, repetindo o modelo bem-sucedido do Campeonato Inglês, Liga dos Campeões e Copa do Mundo. Segundo o UOL Esporte, por Rodrigo Mattos, isso se daria por meio de uma fonte só de imagens com gráficos padrão para cada competição. Assim, a competição teria uma cara na televisão.

A Globo, vê com simpatia o projeto e confirmou que a ideia está em debate e provavelmente será implementada no futuro, sem data ainda.

No momento, a confederação e a Globo já chegaram a um consenso sobre padronizar as imagens da Copa do Brasil e da Série B do Brasileiro. Isso porque houve renovações dos dois contratos recentemente e o tema entrou em pauta. Daí, surgiu a conversa sobre a Série A

O modelo discutido não é igual ao da Copa do Mundo. Na competição da Fifa, a HBS faz todas as filmagens e já coloca gráficos, placar, escalação e logos nas imagens. Depois, manda para as emissoras detentoras de direitos. No caso do Brasil, a Globo continuaria a ser responsável pelas filmagens, por meio de suas produtoras, já que tem esse direito por contratos assinados.

A questão é o tratamento das imagens recebidas. A ideia é criar padrões pelos quais o telespectador imediatamente reconheça que aquele é um jogo do Brasileiro. Por exemplo, o logo da competição entra logo de cara na transmissão. Isso é importante para fixar a marca do campeonato.

Para aplicar a ideia, há duas discussões: custos de produção e propriedade intelectual. As criações de logos e grafismos exclusivos para cada competições envolvem dinheiro e tem que se definir quem pagará. E marcas implicam em pagamentos por direitos de uso, e saber quem será o seu dono.


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

332 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 13/06/17, 02:57 pm

avatar

conectado
talvez seja por isso que os canais abertos vide Band e Redetv! não se interessam mais em transmitir o Calcio na tv aberta brasileira. Surprised

Liga italiana vê queda em oferta pelos direitos de TV

Após rejeição do mercado a oferta de R$ 3,7 bi, dirigentes oferecem torneio às TVs por R$ 3,5 bi.

fonte: Máquina do Esporte

Os direitos de TV do Campeonato Italiano podem ter queda em relação ao que foi pago pelas transmissões da Série A TIM no último triênio.

A direção da liga anunciou que irá anunciar uma nova licitação depois que o processo aberto há algumas semanas não encontrou nenhum interessado em pagar ao menos € 1 bilhão (R$ 3,69 bilhões) por ano pela exibição do torneio na Itália.

A concorrência, referente às temporadas de 2018/19 a 2020/21, entrou em um impasse após a Mediaset Premium decidir abandonar a disputa. “As ofertas apresentadas não representam o valor real do futebol italiano”, afirmou Carlo Tavecchio, presidente da emissora.

Por conta disso, a Série A decidiu acatar as exigências do mercado e optou por diminuir suas pretensões e fixar a oferta mínima em € 945 milhões (R$ 3,491 bilhões), o que equivale ao “valor inicial do contrato que está perto de terminar atualmente”.

A Mediaset e a Vivendi não fizeram ofertas, enquanto a Sky se associou ao Perform Group, do Reino Unido, interessada em quatro dos cinco pacotes oferecidos, incluindo as transmissões em streaming. Apesar disso, só ofereceram € 230 milhões (R$ 850 milhões) pelo pacote que inclui as transmissões dos oito principais clubes pela TV e € 210 milhões (R$ 776 milhões) pelo grupo D, composto pelos 12 demais clubes. A proposta conjunta ficou € 220 milhões (R$ 813 milhões) abaixo do que era pretendido pelos dirigentes da liga.



Juventus ergue o troféu do hexacampeonato italiano




_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

333 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 08/07/17, 09:41 am

avatar

conectado
Flamengo e Fluminense se unem por estádios próprios

Clubes cariocas descartam uso do novo Maracanã.

fonte: Máquina do Esporte
http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/flamengo-e-fluminense-se-unem-por-estadios-proprios_32784.html

Flamengo e Fluminense lançaram na quarta-feira (05) um comunicado oficial em conjunto para sinalizar a intenção de construir arenas próprias. Os clubes declararam que estão unidos com a Prefeitura do Rio de Janeiro e com os órgãos públicos para tornar realidade o desejo de ter um estádio.

Ambos ressaltam que não se trata de uma única arena a ser dividida pelas duas equipes; cada um tem seu próprio projeto. Com a posição, Flamengo e Fluminense mais uma vez se mostram publicamente insatisfeitos com as condições apresentadas pelo Maracanã desde que a arena foi reformada para a Copa do Mundo de 2014.

“A aptidão das duas instituições fará a diferença e estamos convictos do sucesso do nosso planejamento, que tem como objetivo não só contribuir com a elevação de patamar dos clubes, como também agregar notavelmente ao dia a dia dos torcedores e da população carioca”, declarou Pedro Abad, presidente do Fluminense.

“Esse esforço compreende a busca por uma solução para o Maracanã - infelizmente cada vez mais distante - e também a exploração de alternativas de estádios próprios”, complementou o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello.

Ao menos nos próximos três anos, o Flamengo terá a experiência de possuir uma arena própria, ainda que um limite de público aquém das necessidades do time. No estádio Luso-Brasileiro, transformado em “Ilha do Urubu”, o time tem atuado com arquibancadas em suas cores. No financeiro, passa do milhão em bilheteria graças ao mais alto tíquete médio do futebol brasileiro, junto com o Palmeiras no Allianz Parque.

Na partida contra o São Paulo, foram 17,3 mil pagantes e uma renda de R$ 1,1 milhão. Mesmo com um “custo de operação” em R$ 182 mil, o time lucrou R$ 600 mil com a partida no estádio, uma amostra de potencial de estádio próprio.

Em junho, o então vice-presidente do Fluminense, Pedro Antônio da Silva, chegou a divulgar um projeto de estádio para o time no Parque Olímpico da Barra. A arena teria capacidade para 22 mil pessoas, a um custo de R$ 100 milhões. O dirigente, no entanto, foi desligado do clube pouco tempo depois.

Atualmente, o time tem jogado no estádio do América do Rio de Janeiro. Isso porque no Maracanã, em apenas cinco partidas neste Campeonato Brasileiro, o Fluminense já teve um prejuízo superior a R$ 1 milhão.





_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

334 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 13/07/17, 09:45 am

avatar
Nível Básico 4
Nível Básico 4
Acho super estranho time dividir estádio. E se for com o rival aí é que não faz sentido algum pra mim.
É o mesmo que morar com o inimigo. Laughing

Ver perfil do usuário

banzé

335 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 14/07/17, 09:06 am

avatar

conectado
Bom, no Rio sempre foi normal isso. O Maracanã sempre foi a casa do Flamengo e Fluminense. Mais o Vasco e Botafogo também sempre jogaram por lá. Por ter sido da prefeitura do Rio, o Maracanã não tinha um dono verdadeiro, era de todos. Mas isso acabou. Smile


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

336 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 19/07/17, 11:06 am

avatar

conectado
Dono do Manchester City compra time no Equador

fonte: Máquina do Esporte

Antigo River passa a se chamar Guayaquil City e integra grupo de times do CFG espalhados pelo mundo.

Por Adalberto Leister Filho - São Paulo (SP) em 18 de Julho de 2017 às 09:04

O CFG (City Football Group), dono do Manchester City, chegou à América do Sul. O grupo adquiriu mais um clube para expandir suas franquias pelo mundo. O alvo da vez agora foi o River do Equador. A equipe passará a se chamar Guayaquil City FC.

Apesar de pouco conhecida para o público de fora, o River equatoriano já chegou inclusive a disputar a Copa Libertadores. A mudança de nome aconteceu após aprovação do Comitê Executivo do Campeonato Equatoriano.

Além de Manchester City e Guayaquil, o CFG também é dono de franquias nos Estados Unidos (New York City), Austrália (Melbourne) e Japão (Yokohama Marinos). Na Espanha, o grupo negocia a compra do Girona, que irá disputar a primeira divisão local pela primeira vez na próxima temporada. Há alguns meses, a empresa também negocia para ter filiais na China e no Uruguai.

Para Miguel Ángel Loor, presidente do Guayaquil City FC, a nova equipe irá atrair muitos torcedores nos próximos dez ou 15 anos.

“Ser torcedor do Barcelona ou do Emelec são as únicas opções que há nessa cidade. Os garotos do colégio vão ver que este clube vai obter resultados e vai gerar emoções”, espera.

A estreia oficial da equipe com o novo uniforme será no próximo domingo (dia 23), contra o Emelec. Ao contrário das demais filiais, que têm contrato com a Nike, o time no Equador irá usar uniforme da Marathon inicialmente.



Post no Twitter celebrando o novo Guayaquil City


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

337 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 20/07/17, 10:15 am

avatar
Nível Básico 4
Nível Básico 4
Já já ele terá mais times que a Red Bull no mundo.

Ver perfil do usuário

banzé

338 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 21/07/17, 10:43 am

avatar

conectado
Seria legal eles comprarem um time no Brasil. A portuguesinha de São Paulo está quebrada e falida, kkkk. Smile


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

339 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 21/07/17, 10:50 am

avatar

conectado
CBF fecha acordo com Corinthians e São Paulo para negociar direitos de TV para o exterior

fonte: Portal Mídia Esporte

Os dois clubes vão na contramão da maior parte das agremiações que ainda vêem com reservas a proposta da entidade.

A CBF fechou um acordo com Corinthians e São Paulo para negociar os direitos de transmissão dos seus jogos no Campeonato Brasileiro para o mercado internacional a partir de 2019. A ideia da entidade é incluir no pacote de vendas os amistosos da seleção brasileira.

O acerto foi comemorado por Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, presidente do São Paulo. "O São Paulo assinou, sim. Isso é importantíssimo", disse.

De acordo com o site da ESPN, os dois clubes vão na contramão da maior parte das agremiações que ainda vêem com reservas a proposta da entidade. Flamengo, Palmeiras, Grêmio, Cruzeiro, Atlético-PR, Coritiba e Bahia são alguns dos clubes que ainda estão receosos em assinar.

A principal crítica é que o documento com a proposta que a CBF enviou aos clubes dá plenos poderes para a entidade agir, mas não define quais seriam as vantagens, nem os percentuais de ganho com o negócio. Em resumo, os clubes temem ceder seus direitos assinando um "documento em branco" com a entidade, sem a definição de qualquer critério.

Um dos clubes receosos, o Palmeiras disse que ainda está discutindo a assinatura: "O Palmeiras está discutindo internamente esse assunto por considerá-lo de extrema relevância. Assim que tiver um posicionamento definitivo irá se manifestar", enviou a assessoria de imprensa após consultar o presidente Maurício Galiotte.

Além do receio de não saberem como, nem em quanto seriam remunerados, os clubes criticaram a falta de planejamento para se melhorar o produto internamente. Para alguns dos dirigentes consultados, a valor que é pago pelo futebol deveria ser rediscutido.

Algumas reuniões foram realizadas na CBF para discussão do modelo. Numa delas, a entidade levou dois palestrantes. Um deles, Patrick Murphy, ex executivo da Uefa, responsável pela negociação dos direitos da Liga dos Campeões para explicar quais seriam as possibilidades de ganho com o negócio.

Nesta mesma reunião, estava presente o ex-executivo da TV Globo, Marcelo Campos Pinto. Embora visto por alguns clubes como parceiro da CBF na tentativa de venda dos direitos, ele e a entidade negaram que esta seja a ideia. A emissora carioca não está participando destas conversas.

Segundo Campos Pinto, ele foi chamado para fazer uma palestra sobre o cenário digital e as possibilidades de negócio nessa área. Ele afirmou que atualmente não trabalha com venda de direitos.

"Não me sinto confortável em trabalhar ou falar sobre direitos de televisionamento, por ter trabalhado na (TV) Globo tantos anos com isso. Eu fui chamado para palestrar sobre outra questão, sobre o cenário digital e como os clubes podem ganhar e trabalhar neste mercado, mas acabei não fazendo minha palestra por falta de tempo", disse, confirmando no entanto, que foi contratado para fazer estudos sobre este mercado para a CBF.

A CBF disse que está debatendo o assunto com os clubes, sobre um modelo de negócio único a partir de 2019, mas não detalhou como seria a parceria.






_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

340 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 05/08/17, 09:25 am

avatar

conectado
ESPN amplia cardápio do futebol europeu com os campeonatos Belga e Escocês

fonte: Esporte e Mídia

Após a passagem pelo Fox Sports nas temporadas 2015/2016 e 2016/2017, os Campeonatos Belga e Escocês agora desembarcam na ESPN. A informação é do TV História, por Brenno Henrique .

No FOX Sports, era exibido apenas um jogo por rodada, de cada, em VT. Raramente com transmissões ao vivo.

Já foram programados alguns jogos via Watch ESPN. Para a TV, ainda não constam jogos para serem transmitidos.

Os campeonatos chegam com contrato válido por dois anos e de forma exclusiva.



_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

341 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 02/09/17, 11:20 am

avatar

conectado
Esporte Interativo vai exibir jogos da Champions League no Space

fonte: Portal Mídia Esporte

Todos os dias de Liga dos Campeões terão partidas transmitidas pelo canal da filmes da Turner.

Esporte Interativo vai exibir jogos da Champions League no Space
Todos os dias de Liga dos Campeões terão partidas transmitidas pelo canal da filmes da Turner.

O Esporte Interativo vai levar mais jogos da UEFA Champions League na TV. Nesta sexta-feira (1º), a emissora informou que todos os dias de Liga dos Campeões terão partidas transmitidas pelo Space, canal de filmes da Turner, além de manter as tradicionais transmissões no Esporte Interativo e Esporte Interativo 2.

Com isso, pelo menos seis jogos por rodada da Champions serão exibidos na televisão. E como já acontecia nas temporadas anteriores, todos os jogos estarão disponíveis no Esporte Interativo Plus, que também conta com o canal Multijogos, que mostra, em tempo real, os melhores momentos dos jogos de cada rodada.

"Nosso time já está pronto e escalado para mais uma temporada que promete elementos ainda mais emocionantes. Além das transmissões no Esporte Interativo Plus e nos Canais Esporte Interativo, ganhamos espaço no Space que já tem um público preparado para fortes emoções. Temos certeza de que os apaixonados por futebol terão a melhor cobertura, com opções de escolher o time preferido, de acompanhar o craque que quiser e, em qualquer canal, em qualquer plataforma, ele estará vivendo a Champions com a gente", afirma Fabio Medeiros, Diretor de Conteúdo do Esporte Interativo.

"O Space já exibiu competições esportivas, inclusive jogos da Liga dos Campeões, e a nossa audiência já mostrou que aprova esse conteúdo no Canal. Sabemos que vamos mostrar momentos históricos, principalmente em uma temporada pré-Copa do Mundo com a cobertura cheia de emoção do Esporte Interativo. Estrear com o Barcelona vai ser ainda mais impactante", diz Silvia Elias, Diretora de Conteúdo do Space.

Confira as partidas que serão mostradas pelos canais Esporte Interativo, Esporte Interativo 2 e Space na primeira rodada da fase de grupos da Champions League:

Terça-feira, 12/09
15h45 - Celtic x PSG - Esporte Interativo
15h45 - Barcelona x Juventus - Space
15h45 - Chelsea x Qarabag - Esporte Interativo 2

Quarta-feira, 13/09
15h45 - Real Madrid x APOEL - Esporte Interativo
15h45 - Feyernoord x Manchester City - Space
15h45 - Tottenham x Borussia Dortmund - Esporte Interativo 2



_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

342 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 05/09/17, 09:34 am

avatar

conectado
Globo oferece R$ 600 mi por direitos da Champions League para TVs aberta e fechada

fonte: Portal Mídia Esporte

Emissora carioca quer 'venda casada' para exibir torneio europeu também no SporTV.

A disputa pelos direitos de transmissão da UEFA Champions League promete arrebatar as maiores cifras já ofertadas. De acordo com o blog de Keila Jimenez, o Grupo Globo resolveu jogar pesado e realizou uma oferta que condiciona a venda na TV aberta (maior vitrine para os jogos) com a venda na TV fechada.

A proposta de 'compra casada' da emissora carioca seria de cerca de US$ 200 milhões (mais de R$ 600 milhões) para exibir o torneio europeu não só na Globo aberta como também no SporTV. Além da grana pesada, a Globo acredita que a oferta agrade à UEFA (dona dos direitos da Champions) e os patrocinadores dos times europeus em relação à exposição do campeonato no Brasil.

A Globo teme perder o jogo no susto, como foi em 2014, quando o Esporte Interativo adquiriu os direitos de TV fechada entre as temporadas 2015/16 a 2017/18, surpreendendo a todos. O canal da Turner, inclusive, está disposto a tombar um caminhão de dinheiro novamente para renovar o acordo para as temporadas de 2018/19 a 2020/21.

Apesar do favoritismo de Globo e Esporte Interativo, outros canais correm por fora. ESPN e Fox Sports estão na disputa, mas não descartam divisão de direitos com o SporTV caso o canal da Globosat leve a melhor. A Band também pode dividir os jogos com a Globo.

A licitação para a venda dos direitos de transmissão da Champions League no período de 2018/19 à 2020/21 será realizada pela UEFA nas próximas semanas. O processo será formalizado por meio de leilão fechado - nenhuma emissora, em tese, saberá o que a outra ofertou. O resultado deve sair em outubro.





_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 14 de 14]

Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 12, 13, 14

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum