Usuário

Convidado
Mensagens: 0

Últimos assuntos
» Checklist DC/Panini (janeiro/2017 - pág.05)
Hoje à(s) 12:02 pm por banzé

» Checklist Marvel/Panini (Janeiro/2017 - pág.04)
Hoje à(s) 11:34 am por banzé

» (Marvel) Demolidor
Hoje à(s) 10:40 am por banzé

» Agenda Esportiva
Hoje à(s) 10:34 am por banzé

» (DC Comics) Supergirl
Hoje à(s) 09:38 am por banzé

» (DC Comics) Trindade
Hoje à(s) 09:31 am por banzé

» (DC Comics) Batgirl
Hoje à(s) 09:20 am por banzé

» (Dynamite) Red Team - Dois Balaços no Meio do Peito
Hoje à(s) 09:14 am por banzé

» Netflix: Desventuras em Série (pág.4)
Ontem à(s) 05:37 pm por banzé

» Apresentadores e Comentaristas Esportivos
Ontem à(s) 05:22 pm por banzé

Parceiros

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Entretenimento » Mundo da Bola (Esportes em geral) » 

Esportes, Marketing e Negócios

Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 11, 12, 13

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 13 de 13]

banzé

301 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 15/05/16, 09:16 am



Colunista diz que Turner pode arquivar marca Esporte Interativo; grupo não confirma

fonte: Esporte e Mídia

Apesar da promoção de dois profissionais, a aposta no mercado é que a Turner vai dispensar todos os executivos que eram ligados a Edgar Diniz, no Esporte Interativo. A informação é do UOL, por Flávio Ricco.

Como se sabe, recentemente foi anunciada a saída dele do cargo de vice-presidente sênior e head de esportes da Turner. A função de consultor, que ocupará por um determinado tempo, é simplesmente figurativa.

Apesar da promoção de dois profissionais, a aposta no mercado é que a Turner vai dispensar todos os executivos que eram ligados a Edgar Diniz, no Esporte Interativo. A informação é do UOL, por Flávio Ricco.

Como se sabe, recentemente foi anunciada a saída dele do cargo de vice-presidente sênior e head de esportes da Turner. A função de consultor, que ocupará por um determinado tempo, é simplesmente figurativa.

Enquanto isso, ainda em conformidade com a fonte, volta a se falar nos bastidores sobre o desejo da Turner em arquivar a marca Esporte Interativo, para apostar apenas em 'Turner Sports'. O grupo, oficialmente, ainda não confirma esta informação.

MEMÓRIA


No começo de 2015 surgiu um vídeo na internet dando conta da chegada ao Brasil de um canal com nome 'Turner Sports', que inclusive teria em sua programação eventos cujos direitos pertencem ao Esporte Interativo.

O vídeo causou estardalhaço nas redes sociais e fóruns na internet. Tudo pelo fato da Turner, na época, ter se tornado sócia do Esporte Interativo (atualmente ela detém todos os direitos da marca). Muita gente especulou que o Esporte Interativo seria trocado pelo suposto canal, ou ainda que o Turner Sports seria o canal fechado que o EI lançaria em agosto (que foi o EI MAXX) para mostrar a Liga dos Campeões da UEFA.




_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

302 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 26/06/16, 09:52 am



Fluminense tenta comprar time na Eslováquia

Clube mira capacitação de treinadores, atletas e internacionalização com projeto

O Fluminense está próximo de concluir um projeto para ser o primeiro clube brasileiro a ter uma filial no futebol europeu. A proposta para compra de 77% das ações do STK Samorin, time da segunda divisão da Eslováquia, deve ser enviada até final de julho ao Conselho Deliberativo do time.

Desde o ano passado o Fluminense é parceiro do Samorin. Além de ceder jogadores do time de base, o clube leva treinadores de Xerém para estudar na Europa e ajudar a capacitar o elenco.

Os primeiros frutos foram colhidos ao fim desta temporada, com o acesso do clube à segunda divisão do futebol eslovaco. Agora, a meta é fazer o time ascender à série principal para, então, sonhar com uma vaga na Liga dos Campeões.

“Essa foi uma forma que encontramos para poder estudar a metodologia de ensino europeia e, quem sabe, ter algum dia a marca do Fluminense num torneio de renome como a Liga dos Campeões”, disse Peter Siemsen, presidente do clube, na reunião do grupo de trabalho para internacionalização do futebol da CBF.

A compra da maioria das ações do clube precisa ser aprovada pelo conselho do Fluminense. A ideia de Siemsen é mostrar que, além de internacionalizar a marca do clube, o projeto permite que os profissionais da área técnica e os jogadores se capacitem para poder elevar o nível do time principal do Fluminense no Brasil.

“Tínhamos parcerias na Europa, mas sem controle sobre os jogadores, se atuavam ou não. Agora, vão jogar uma competição lá, aprender línguas. Nossos treinadores também vão se graduar na Europa”, afirmou ao jornal “O Globo” Marcelo Teixeira, coordenador da base e idealizador do projeto.

Se a compra for concretizada, o Fluminense terá de investir € 250 mil na estrutura do clube eslovaco. A verba será levantada da negociação de atletas brasileiros que foram jogar no time este ano.

A ideia é que o time do Samorin mantenha suas cores, mas nos jogos fora de casa utilize o uniforme principal do Fluminense.



Dirigentes do Fluminense visitam o estádio do Samorin

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/fluminense-tenta-comprar-time-na-eslovaquia_30645.html#ixzz4CgoJU1cu




_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

303 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 26/06/16, 09:59 am



Saída de Reino Unido de UE pode enfraquecer Premier League


Pelos critérios atuais, mais de dois terços dos estrangeiros que atuaram em Campeonato Inglês estariam fora de torneio

A saída do Reino Unido da União Europeia pode ter implicações sérias para a rentabilidade da Premier League, hoje a mais badalada liga nacional de futebol do planeta. Com a limitação de estrangeiros, anteriormente comunitários, a liga inglesa tende a perder atratividade para patrocinadores e competitividade.

Ainda é cedo, porém, para saber quais os efeitos do Brexit para o futuro do Campeonato Inglês. O processo de saída do Reino Unido da EU pode durar uma década. Nesse período, a diretoria da Premier League será a responsável pelas novas regras que serão seguidas no campeonato, de acordo com as normas do governo britânico para a contratação de mão-de-obra estrangeira.

Em 1999, o Chelsea tornou-se o primeiro clube da Premier League a mandar a campo uma equipe apenas com estrangeiros. Para se tornar campeão inglês na última temporada, o Leicester City contou com a participação de craques estrangeiros como o jamaicano Wes Morgan, que ergueu a taça, o francês Kanté e o argelino Mahrez, eleito o craque do campeonato.

Segundo o jornal “The Guardian”, se os critérios exigidos para a contratação de mão-de-obra estrangeira fossem seguidos na Premier League na última temporada, mais de dois terços dos jogadores de fora não se estaria apto a atuar no torneio. De acordo com o jornal, dos 161 não-britânicos, 110 não cumprem a norma para conseguir um visto de trabalho estrangeiro.



Mahrez, do Leicester, eleito melhor jogador da Premier League

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/saida-de-reino-unido-de-ue-pode-enfraquecer-premier-league_30653.html#ixzz4CgpuCa3f




_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

304 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 30/06/16, 03:30 pm


Nível Básico 2
Nível Básico 2
Quero muito ver como ficará a PL com a saída do Reino Unido da União Europeia.

Ver perfil do usuário

banzé

305 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 03/07/16, 09:47 am



Parece que a Escócia não gostou nada disso, acho que as leis aplicadas ao futebol não serão afetadas a longo prazo, devem ter tempo para ajustes. Surprised


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

306 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 15/07/16, 01:43 pm



O pessoal que gosta de futebol fala que futuramente a liga americana MLS será a maior do mundo, que nada, a maior daqui uns 15 anos será a chinesa, podem ter certeza disso. Surprised

Com novo torneio, China dá as caras no futebol mundial

Patrocinador da Fifa, Grupo Wanda ganha brecha no calendário do futebol para realizar evento com seleções convidadas.

A China decididamente quer dar as caras também no futebol, assim como tem invadido a economia mundial. Em movimento recente, investidores chineses compraram times europeus tradicionais, como Inter de Milão e Milan. A última iniciativa foi a oficialização, com aval da Fifa, de um novo torneio de seleções que será realizado anualmente em solo chinês com a participação de países convidados.

A federação que comanda o futebol mundial mudará o calendário de seleções para encaixar a Copa da China na temporada. A primeira edição será em janeiro, sempre com a participação do país anfitrião. A competição será organizada pelo Grupo Wanda, dono de 20% das ações do Atlético de Madrid e um dos patrocinadores globais da Fifa.

O torneio, cuja edição inicial será disputada na cidade de Nanning, contará com mais três seleções convidadas. A iniciativa conta também com o apoio da Confederação Asiática e da Associação Chinesa de Futebol.

A ideia dos organizadores é aumentar o número de participantes até chegar a oito em 2018. Com isso, seriam incluídas também seleções da Europa e América.

O Grupo Wanda, empresa do magnata Wang Jianlin, firmou em março um contrato com a Fifa para patrocinar quatro edições da Copas do Mundo.

Não é o único investimento relevante de uma empresa chinesa na federação que comanda o futebol. No final de 2015, o Grupo Alibaba, empresa de e-commerce, anunciou patrocínio para a Copa do Mundo de clubes da Fifa. A companhia chinesa substituiu a japonesa Toyota, que por décadas apoiou o evento.

Nos últimos anos, as empresas locais, com o apoio do Estado, têm dado suporte para o crescimento da Superliga chinesa. O torneio se tornou um dos principais compradores de jogadores do Brasil. Em junho, o atacante Hulk tornou-se a transação mais cara da história do futebol chinês. O brasileiro se transferiu do Zenit, da Rússia, para o Shangai por € 55 milhões (R$ 201 milhões).



Hulk, contratação mais cara da Superliga chinesa

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/com-novo-torneio-china-da-caras-no-futebol-mundial_30758.html#ixzz4EUqBgaLN


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

307 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 18/07/16, 09:36 am



Será que cabe mais um canal esportivo no Brasil ??? Com esta novela do EI entrar ou não entrar na Sky, acho difícil esse canal chegar ao Brasil. A muita burocracia, e a dona Globo deverá vetar também. Surprised

fonte: Blog Mídia Esportiva

Internacional: Bein Sport adquire direitos de La Liga para a Espanha e terá comentarista brasileiro

O canal Bein Sport é recente no mundo esportivo. mas já destaca-se pela enorme quantidade de eventos e pela grande estrutura que possui nos países em que está presente. Originalmente Árabe, o canal rapidamente se expandiu pela Europa e pela América.

E na última semana, o canal deu um passo importantíssimo para crescer. A filial espanhola adquiriu os direitos da primeira divisão do futebol local, e poderá transmitir ao vivo 8 de 10 jogos a cada rodada a partir da próxima temporada 2016/2017 (inclusive o primeiro El Clásico com exclusividade).

O canal ainda adquiriu os direitos da primeira divisão feminina e da Copa do Rei. O canal já existia na Espanha desde julho de 2015 e já alcança boa audiência, com eventos futebolísticos importantes e grande equipe esportiva.

O Bein Sport Espanha também tem direitos de todas as competições da UEFA (Champions, Europa League, Youth League, Champions Feminina e Supercopa). Dos campeonatos nacionais o canal detém o francês, italiano, português, belga. Ainda destacam-se as copas Libertadores, Sul-Americana, Copa da França, Copa da Alemanha, Copa da Holanda e a Copa do Brasil.

O ex-correspondente da ESPN Brasil, Thiago Arantes, será comentarista do canal espanhol. Recentemente alguns colunistas citaram que o grupo estaria pensando em investir no Brasil, mas nenhuma novidade adicional surgiu desde então.



_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

308 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 25/07/16, 08:46 am



Sky processa Esporte Interativo por incitar clientes a se voltarem contra ela

fonte: blog Minha Operadora

Sky é a única empresa a não carregar nenhum canal esportivo do Grupo Turner, dono do Esporte Interativo. Saiba a decisão do Conar.

A operadora de televisão por assinatura SKY abriu um processo no Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) contra o canal fechado Esporte Interativo, alegando que o EI está incitando os clientes a se voltarem contra a empresa de TV cobrando a presença da programadora nos seus pacotes de canais.

O Esporte Interativo respondeu à representação nº 075/16 alegando que as mensagens foram postadas nas redes sociais e que como não se caracteriza publicidade, não é mérito do Conar julgar o caso.

Durante o julgamento do caso, em maio, o relator Sérgio Pompilio desmentiu o Esporte Interativo ao reforçar que o Conar é sim o espaço adequado para a discussão, mas acabou decidindo por arquivo o processo da Sky por considerar que as mensagens do canal não feriram a "Respeitabilidade" estabelecida no Código Publicitário Brasileiro.

A Sky é a única empresa de TV fechada (das grandes) a não possuir nenhum canal da divisão de esportes do grupo de mídia norte-americano Turner no seu line-up, por isso, costuma sofrer há anos com críticas dos consumidores quanto a sua posição.

Em janeiro de 2013, por exemplo, nordestinos que queriam assistir a Copa do Nordeste (na época transmitida pelo EI), realizaram um ato de boicote à Sky nas redes sociais. Apesar de toda a manifestação, a operadora controlada pela AT&T (uma companhia também dos Estados Unidos) nunca cedeu à pressão.

Caso parecido aconteceu em abril, quando a Oi TV também processou a Fox pelo mesmo motivo: a pressão popular para fazer parte da sua grade de canais. O Conar também decidiu pelo arquivamento da representação.



_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

309 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 27/07/16, 09:10 am



Com estádio em Viena, Allianz assegura naming rights de 6 arenas no mundo

Empresa assegura naming rights de estádio de Rapid Viena, um dos times mais populares da Áustria

A Allianz assegurou o direito de nomear mais um estádio no mundo. Trata-se do Allianz Stadion, casa do Rapid Viena, um dos principais times da Áustria. Com mais esta arena, a empresa de seguros batiza seis estádios ao redor do mundo, entre eles o Allianz Parque do Palmeiras. Os demais são a Allianz Arena (Munique), o Allianz Stadium (Sydney), o Allianz Park (Londres) e o Allianz Riviera (Nice).

“Nós da Allianz damos as boas-vindas para o Allianz Stadion, que segue a excelência da Allianz Arena, a primeira da família de arenas do Grupo, e do Allianz Parque. O sucesso dessas arenas motivou o Grupo Allianz a continuar sua trajetória de investir em naming rights, em países estratégicos como o Brasil”, afirmou Felipe Gomes, diretor executivo de gestão de mercado e estratégia da Allianz Seguros.

Localizada na capital austríaca, o Allianz Stadion tem capacidade para 28 mil torcedores e foi construída dentro de novos conceitos, prezando a redução de barulho e emissão de luzes na vizinhança. A arena também está em conformidade com as exigências da Uefa para receber jogos internacionais.

O local foi inaugurado no último sábado (dia 16), com a partida entre Rapid Viena x Chelsea, com vitória dos donos da casa por 2 a 0.



Imagem do Allianz Stadion, do Rapid Viena, da Áustria

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/com-estadio-em-viena-allianz-assegura-naming-rights-de-6-arenas-no-mundo_30797.html#ixzz4Fbu9kOXa




_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

310 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 29/08/16, 06:03 pm



SKY anuncia a estreia dos canais Esporte Interativo, EI Maxx e EI Maxx 2

Os canais Esporte Interativo, EI MAXX e EI MAXX 2, já têm data para estrear na SKY, maior operadora de TV por assinatura via satélite do País em número de assinantes. A partir do dia 13 de setembro, os apaixonados por esportes poderão acompanhar novos jogos e competições, com destaque para o futebol nacional e internacional.

Os canais Esporte Interativo trazem, com exclusividade, clássicos da competição de clubes da Europa, com uma cobertura que inclui programas diários e correspondentes internacionais em mais de dez cidades europeias. A programação conta também com a Copa do Nordeste, jogos da Europa League, Série C do Campeonato Brasileiro, futebol americano, competições de lutas, documentários e notícias.

E nos dias 13 e 14 de setembro os assinantes já podem assistir a primeira rodada da Liga dos Campeões. Serão exibidos quatro jogos: na terça-feira, dia 13, o EI MAXX mostra Barcelona x Celtic e o EI MAXX 2, transmite Real Madrid x Sporting. No dia seguinte, é a vez de Real Madrid x Sporting no EI MAXX, e Juventus x Sevilla, no EI MAXX.

“Estamos muito satisfeitos em firmar mais essa parceria com a Turner e em oferecer aos nossos assinantes uma programação esportiva de qualidade ainda mais completa”, diz a diretora de Programação da SKY, Marcia Cruz.

"Este acordo é mais um exemplo recente da forte parceria que existe entre Turner e SKY", disse Whit Richardson, Vice-Presidente executivo de distribuição e marketing da Turner América Latina. "Estamos comprometidos com o crescimento da indústria, levando o melhor conteúdo disponível para os telespectadores de todo o Brasil e da América Latina."

Anthony Doyle, vice-presidente de distribuição da Turner Brasil acrescentou: "Estamos entusiasmados por lançar o pacote completo de canais Esporte InterativoI na SKY junto com o início da nova temporada da Liga dos Campeões. Este é um país de apaixonados por futebol e nenhuma competição internacional de clubes é mais atraente do que a Liga dos Campeões. E, claro, o Esporte Interativo tem também exclusividade na competição mais popular do Nordeste, a Copa Nordeste."

Na SKY, o Esporte Interativo será oferecido na versão SD, o EI MAXX nas opções SD e HD e o EI MAXX 2 na versão HD. Os canais EI MAXX HD (canal 228) e EI MAXX 2 HD (canal 224) ficam disponíveis a partir de 13 de setembro e o Esporte Interativo SD (canal 22) e EI MAXX SD (canal 28) à partir de 29 de setembro.




Leia mais: http://vcfaz.tv/viewtopic.php?p=1638042#1638042#ixzz4Il1UK9cp
Follow us: @vcfaztv on Twitter | vcfaztv on Facebook


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

311 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 30/08/16, 03:12 pm


Nível Básico 2
Nível Básico 2
Espero que a Net pegue também o EI.

Ver perfil do usuário

banzé

312 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 06/09/16, 05:00 pm



Fórmula 1 será vendida a grupo dos Estados Unidos, diz revista

Segundo publicação alemã, Virgin Media irá pagar US$ 8,5 bilhões aos atuais donos da categoria.

A Fórmula 1 será vendida em breve para o grupo norte-americano Liberty Media, segundo a revista alemã “Auto, Motor und Sport”. “Quando a Liberty Media transferir, na terça-feira, o dinheiro será o início de uma nova era na categoria principal”, afirmou a publicação.

Segundo a revista, a companhia vai pagar US$ 8,5 bilhões aos atuais donos da F-1, entre os quais está a CVC, companhia que dirigiu a categoria na última década. A CVC é atualmente a maior acionista da F-1, com 35,1% do capital.

A Liberty Media, com sede no Colorado, foi criada há 25 anos pelo milionário John Malone. A empresa é dedicada ao mundo da comunicação e do entretenimento.

O atual chefe da F-1, o britânico Bernie Ecclestone, confirmou o acordo para a publicação durante o GP da Itália, disputado no último final de semana no circuito de Monza. Segundo a revista, o primeiro pagamento será feito na semana que vem.

Ainda não se sabe que função  vai desempenhar Ecclestone após a compra definitiva. O polêmico dirigente, de 86 anos, afirma que continuará à frente do negócio. “Vou fazer o que sempre fiz. Decidirei o cargo que irei ocupar.”

A nova F-1 poderá manter a estrutura de um chefe ou criar um grupo para a tomada de decisões. Segundo a “Auto, Motor und Sport”, um dos cotados para assumir a categoria é o espanhol Alejandro Agag, chefe da Fórmula E. Ecclestone, por sua vez, dirige a F-1 desde o final dos anos 70, quando comprou os direitos comerciais e de TV da competição.

Quando a CVC Capital Partners comprou a F-1, há dez anos, o fundo de investimentos nomeou o britânico como chefe da principal categoria do automobilismo mundial. Ecclestone segue sendo o responsável por decidir onde haverá as etapas de cada temporada.

Nos últimos anos, circularam rumores de uma possível venda da F-1 e houve várias companhias interessadas. Segundo a revista alemã, a Liberty Media negociará ações da F-1 na bolsa de Nova York.




Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/formula-1-sera-vendida-grupo-dos-estados-unidos-diz-revista_31063.html#ixzz4JVXl1HUW


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

313 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 06/09/16, 05:07 pm



Com Guardiola no topo, jornal lista técnicos mais bem pagos do mundo5

fonte: UOL

O jornal britânico "Daily Telegraph" publicou nesta terça-feira um levantamento em que aponta os técnicos mais bem pagos do mundo. Segundo a lista, Pep Guardiola é atualmente o técnico que mais fatura por temporada, com uma previsão de 15,3 milhões de libras (cerca de R$ 66,5 milhões) de rendimentos anuais com o contrato que acertou com o Manchester City.

A segunda colocação do levantamento ficou com Carlo Ancelotti, que receberá 12,6 milhões de libras (cerca de R$ 54,8 milhões) anuais do Bayern de Munique. Jose Mourinho, que acertou recentemente com o Manchester United, fatura 12,3 milhões de libras (cerca de R$ 53,5 milhões).

Vale destaque na lista a presença de Ronald Koeman no top-10. Segundo o "Daily Telegraph", o holandês acertou com o Everton para receber 6 milhões de libras (cerca de R$ 26,1 milhões) por temporada. É mais do que recebem Zinedine Zidane e Diego Simeone.

Veja o top-10 da lista

1 - Pep Guardiola (Manchester City) – 15,3 milhões de libras (cerca de R$ 66,5 milhões)
2 - Carlo Ancelotti (Bayern de Munique) – 12,6 milhões de libras (cerca de R$ 54,8 milhões)
3 - José Mourinho (Manchester United) – 12,3 milhões de libras (cerca de R$ 53,5 milhões)
4 - Arsene Wenger (Arsenal) – 8,9 milhões de libras (cerca de R$ 38,7 milhões)
5 - Luis Enrique (Barcelona) – 7,2 milhões de libras (cerca de R$ 31,3 milhões)
6 - Jurgen Klopp (Liverpool) – 7 milhões de libras (cerca de R$ 30,4 milhões)
7 - Antonio Conte (Chelsea) – 6,6 milhões de libras (cerca de R$ 28,7 milhões)
8 - Ronald Koeman (Everton) – 6 milhões de libras (cerca de R$ 26,1 milhões)
9 - Diego Simeone (Atlético de Madrid) - 5,1 milhões de libras (cerca de R$ 22,2 milhões)
10 - Zinedine Zidane (Real Madrid) – 4,6 milhões de libras (cerca de R$ 20 milhões)



_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

314 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 04/10/16, 04:45 pm


Nível Básico 2
Nível Básico 2
Legal as novas aquisições dos canais.

Português no EI e BandSports;
Eliminatórias da África para copa no BandSports e ESPN;
Colombiano no BandSports.

Espero que a Fox transmita mais jogos do belga e escocês, e vamos ver se alguém pega o argentino e até mesmo o chileno.

Ver perfil do usuário

banzé

315 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 04/10/16, 04:56 pm



Acredito que veremos em breve o Argentino, seria legal pela ESPN, que passou a segunda divisão no passado. Quanto ao Chileno, parece que o Band Sports tentou trazer, mas não deu certo. Muitos acham que contrato para esses campeonatos sul-americanos são baratinhos, eu já acho que são salgados, mas será que vale comprá-los, existe interesse pelo telespectador, tirando o argentino ??? Surprised .


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

316 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 05/10/16, 10:21 am


Nível Básico 2
Nível Básico 2
Acho difícil atrair muitas pessoas, mas pelo valor talvez compense.
EI já passou o indiano, e a BandSports passa o chinês, claro que por causa da quantidade de brasileiros que atuaram, ou atuam.

Ver perfil do usuário

banzé

317 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 11/10/16, 04:25 pm



Que boa noticia, não comprei nenhum número da Placar da editora Caras. Com a volta para a Abril tenho certeza que voltará aos bons tempos. Quem sabe a Playboy também volte ??? Surprised

Revista Placar deixa a Editora Caras e volta para a Abril

fonte: Esporte e Mídia

A Editora Abril resgatou cinco títulos que havia vendido para a Caras nos últimos anos, segundo publicou o Comunique-se. O acordo traz de volta, por exemplo, a marca Placar. O presidente do Grupo Abril, Walter Longo, afirma que o movimento está totalmente alinhado ao novo posicionamento da empresa. A Placar ficará sob comando de Sergio Gwercman, na Unidade Estilo de Vida.

Sobre as equipe da revista, a Abril afirma que vai manter o time. A única mudança será de endereço, já que os funcionários serão transferidos para a sede da Abril, no bairro de Pinheiros. A operação está sujeita a aprovações regulatórias.



_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

318 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 16/10/16, 10:24 am



Sou contra exclusividade, vide a NFL e demais esportes americanos que tem umas 4 emissoras passando os jogos por rodada. Esse modelo é viciante, e somente quem tem o maior poder econômico ganha, ou seja, grupo Globo. Surprised

Band, SBT, Record e RedeTV! dizem por que não concorrem com Globo pelo Brasileirão

fonte: Esporte e Mídia

Em processo no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), as emissoras de TVs abertas, Record, SBT e RedeTV! explicaram que problemas no modelo de negociação as impedem de concorrer com a Globo pelo Campeonato Brasileiro apesar de terem interesse na competição. A Band, que era parceira da Globo, destacou alguns entraves, mas apoiou o formato atual. As informações foram publicadas pelo UOL Esporte, por Rodrigo Mattos.

Desde o início do ano, o Cade abriu um processo para investigar um possível monopólio da Globo em direitos de transmissão esportivos. Isso ocorreu por conta de notícias de distorções nas negociações relacionadas aos direitos de TV fechada no Nacional, em disputa entre SporTV e o Esporte Interativo.

A investigação, no entanto, se tornou mais abrangente. No meio do ano, o Cade enviou ofícios às redes de TVs abertas para saber do seu interesse pelo Brasileiro. Todas revelaram ter interesse, mas se sentem impedidas por entraves, segundo respostas enviadas em junho de 2016.

A Record respondeu: "À Record sempre interessa a possibilidade de participar da negociação justa e em termos razoáveis dos direitos de transmissão de campeonatos esportivos em geral e, em especial, do Campeonato Brasileiro de Futebol."

Uma das reclamações da emissora foi o fato de não haver uma regulamentação do uso dos direitos de imagem dos clubes em partidas entre dois deles. Ou seja, uma emissora pode comprar só de um time e não poder passar o jogo por não ter os direitos do outro. "A negociação direta dos direitos de transmissão pelos clubes é um modelo interessante, todavia deve-se regulamentar os conflitos de direito de imagem na transmissão dos eventos", completou. Assim, a emissora poderia comprar só os jogos em casa de um time, por exemplo.

O SBT também se mostrou interessado no Brasileiro e apontou cinco problemas principais no modelo de negociação de direitos da competição. Vamos lista-los abaixo:

a) Falta de uma liga ou associação para negociar em bloco pelos clubes com o fim do Clube dos 13; b) Falta de regulação transparente no processo para definir a venda sem exclusividade; c) Negociação em bloco de todos os campeonatos, regionais, nacionais e sul-americanos; d) Ausência de proibição a pagamentos antecipados na hora da renovação de contratos, o que desestimula a entrada de TVs novas; e) Calendário dos jogos e horários de transmissão que não estimulam presença do público e deixam times dependentes de TVs.

"Fazer uma oferta para aquisição dos direitos de eventos/campeonatos de futebol, no modelo de negócio hoje praticado, que prevê 'exclusividade', torna-se inviável para o SBT, e, provavelmente para as demais redes de TV aberta e fechada", completou a emissora.

A Band também apontou que, na maioria dos países, a negociação dos direitos de televisão é coletivo, embora existam exceções como o México. Mas a emissora destacou que o modelo atual de transmissão é o mais eficiente.

"Cada rodada tem 10 jogos; 2 são selecionados para TV aberta sendo que para a cidade em que o jogo acontece não há transmissão nem por TV aberta nem por assinatura (exceto em pay-per-view); os jogos exibidos na TV por assinatura são transmitidos em horários não concorrentes e o pay-per-view transmite todos os jogos. Com isso, todos os interessados (emissoras, clubes, público e anunciantes) obtêm o melhor resultado possível", descreveu.

Embora tenha escondido os motivos pelos quais deixou a parceria com a Globo no Brasileiro, a Band deu a entender que foi por conta da queda das taxas de retorno do futebol. Segundo a emissora, o Nacional "somente é interessante se houver boas perspectivas de retorno dos investimentos realizados, sendo que as taxas vêm caindo gradativamente no caso do futebol, em razão do aumento dos custos dos direitos de transmissão e da conjuntura econômica no Brasil, que evidentemente afeta os anunciantes."

A RedeTV! foi outra que demonstrou interesse no Nacional, mas pediu uma rediscussão do modelo de negociação. A emissora, no entanto, não apontou quais os problemas.

"Para aumentar a concorrência pelos direitos de transmissão do campeonato em TV Aberta no Brasil, pode-se adotar novos modelos, a fim de permitir maior democratização do acesso do esporte ao público telespectador", disse. "Entendemos que o modelo atual necessita de uma discussão mais ampla entre todos os agentes."

A Globo já se manifestou neste processo e defendeu seu modelo de negociações por pacotes como o mais vantajoso para os clubes. Mas não é possível ler todas as suas posições porque foi requisitada confidencialidade em alguns deles. Publicamente, a emissora já disse que procura o melhor para o futebol brasileiro e que fez modificações em seu modelo ao alterar a divisão de cotas de televisão dos clubes.



_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

319 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 27/11/16, 11:10 am



Esporte Interativo pagará quase R$ 100 milhões de luvas ao Palmeiras, diz site

fonte: Portal Mídia Esporte

Alviverde preferiu o canal da Turner em vez de renovar com a Globo.

Ao que tudo indica, o Palmeiras acertou com o Esporte Interativo para a transmissão de jogos do Campeonato Brasileiro na TV fechada entre 2019 e 2024. Sem pressa para negociar, o Alviverde preferiu o canal da Turner em vez de renovar com a Globo.

Segundo informações do portal Terra, a expectativa é de que o Palmeiras receba luvas de quase R$ 100 milhões, de forma parcelada, quando o contrato for assinado. Procurado, o Esporte Interativo disse à reportagem que não "se pronunciaria sobre especulações".

O Palmeiras deve fazer o anúncio do acordo com o Esporte Interativo depois do Campeonato Brasileiro. Vale ressaltar que este contrato serve apenas para jogos em TV fechada; ou seja, não interfere na agenda da TV aberta, nem do pay-per-view.

A princípio, as emissoras poderão transmitir apenas jogos em que tenham contrato com os dois times em campo. Nada impede que SporTV e Esporte Interativo façam um acordo no futuro para conseguir passar partidas de clubes que acertaram com diferentes canais.

Dos times que jogam a Série A, o Esporte Interativo já havia acertado com Atlético-PR, Coritiba, Internacional, Ponte Preta, Santos, Figueirense e Santa Cruz. O Bahia, que briga pelo acesso na Série B, é outro clube acertado. Ceará, Criciúma, Fortaleza, Joinville, Paraná, Paysandu e Sampaio Corrêa, que estão nas Séries B e C, também fecharam com o canal.





_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

320 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 10/12/16, 10:09 am



NY Cosmos suspende operações por período indeterminado

fonte: Máquina do Esporte

Time histórico dos EUA, que já teve Pelé e Beckenbauer, fecha as portas pela segunda vez na história.

O New York Cosmos, atual campeão da NASL, segunda liga de futebol mais importante dos Estados Unidos, anunciou a suspensão de todas as suas operações por período indeterminado. Em grave crise econômica, a equipe despediu todos os seus empregados e rescindiu contrato dos jogadores.

O elenco recebeu carta comunicando que o time não disputará competição em 2017, mas irá arcar com os salários de novembro e os bônus por desempenho nesta temporada.

O Cosmos viveu sua fase áurea nos anos 70, quando contou em seu elenco com estrelas como Pelé, Carlos Alberto Torres e Franz Beckenbauer. Nos dias atuais, o time tinha grande dificuldade para atrair patrocinadores e interesse dos torcedores, já que enfrenta concorrência na cidade do New York Red Bull e do New York City FC, ambos integrantes da MLS, a principal liga de futebol dos Estados Unidos.



Raúl e Pelé, durante evento do NY Cosmos

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/ny-cosmos-suspende-operacoes-por-periodo-indeterminado_31607.html#ixzz4SR7G07xW




_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

321 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 12/12/16, 11:49 am



VEJA A DISTRIBUIÇÃO DAS COTAS DE TV DAS SÉRIES A E B EM 2017

fonte: Esporte e Mídia

A volta de Vasco e Bahia, tendo como contrapartida, entre os cotistas, a queda do Internacional, impulsionou a receita com televisão do Campeonato Brasileiro de 2017 (como visto na foto acima). De acordo com o Diário de Pernambuco, por Cassio Zirpoli, ao todo - considerando apenas a cota fixa, pay-per-view à parte -, a Série A irá distribuir quase R$ 1,3 bilhão. Apenas Flamengo e Corinthians representam 26,2%. São sete subdivisões, com a última reservada aos aos clubes sem contratos para o triênio 2016-2018 – a Globo, detentora dos direitos assinou com apenas 18, independentemente da divisão.

Entre os cotistas está o Sport, com contratos do tipo desde 1997. Já o Santa Cruz, que em 2015 ganhou R$ 23 milhões pela participação na elite, volta à segunda divisão ganhando o mesmo que outros 18 times não-cotistas. Ou seja, R$ 5 milhões. Uma queda de 78%! Se os corais devem ter dificuldades financeiras, o Colorado, rebaixado pela primeira vez em sua história, mantém o montante recebido na primeira divisão (presente na 5ª subdivisão criada pela emissora responsável). Por sinal, o clube gaúcho, sozinho, representa 32,4% de toda a verba a ser repassada aos vinte times da segundona de 2017 (veja foto abaixo).

2017 (contrato 2016-2018)
Série A – R$ 1,297 bilhão (com 16 cotistas e 4 não-cotistas)
Série B – R$ 185 milhões (com 2 cotistas e 18 não-cotistas)
A segunda divisão representa 14,2% da primeirona

2016 (contrato 2016-2018)
Série A – R$ 1,240 bilhão (com 15 cotistas e 5 não-cotistas)
Série B – R$ 255 milhões (com 3 cotistas e 17 não-cotistas)
A segunda divisão representa 20,5% da primeirona

2015 (contrato 2012-2015)
Série A – R$ 923 milhões (15 cotistas e 5 não cotistas)
Série B – R$ 150 milhões (3 cotistas e 17 não-cotistas)
A segunda divisão representa 16,2% da primeirona

Essa situação, sem amparo financeiro aos rebaixados, vai continuar até 2018, no último ano do contrato vigente. A partir de 2019, entram em vigor dois acordos distintos, um com a Globo (tevês aberta e fechada, PPV, sinal internacional e internet) e outro com o Esporte Interativo (tevê fechada), com períodos até 2024. Neste caso, alvirrubros e tricolores já têm contratos firmados com a Globo – espera-se verbas maiores em caso de campanhas na Série B.

O presente levantamento se refere apenas às cotas fixas. Ainda há o rateio de meio bilhão de reais no PPV, através do Premiere, calculado de acordo com o número de assinantes apurado em pesquisa do Datafolha, ampliando a disparidade. Em 2015, o Sport, com 1,4% dos assinantes, ganhou R$ 6,75 milhões. O Fla, com 19,2%, recebeu R$ 68 mi.



Divisão da Série A (Reprodução/Diário de Pernambuco)


Divisão da Série B (Reprodução/Diário de Pernambuco)


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

322 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 04/01/17, 05:02 pm



Quanto a TV paga para transmitir determinado campeonato estadual? Cássio Zirpoli publicou no Diário de Pernambuco um compilado com os valores desembolsados pela Globo para mostrar os principais certames neste ano de 2017. Veja abaixo.

Paulistão
R$ 160 milhões/ano (16 clubes; de 12 a 18 jogos para os grandes)
Contrato: Globo SP (2016-2019), inclui Sportv e PPV
R$ 17 milhões – Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Santos
R$ 5 milhões – Ponte Preta
R$ 3,3 milhões – demais clubes (11)
R$ 5 milhões – campeão
R$ 1,65 milhão – vice
R$ 1,1 milhão – 3º lugar
Alcance da TV aberta: SP (43,8 milhões de telespectadores)

Carioca
R$ 120 milhões/ano (16 clubes; de 11 a 18 jogos para os grandes)
Contrato: Globo Rio (2017-2024), inclui PPV
R$ 15 milhões – Flamengo (a confirmar), Vasco, Fluminense e Botafogo
R$ 3,2 milhões* - Bangu, Madureira, Volta Redonda e Boavista
R$ 2,1 milhões* – demais clubes (Cool
R$ 4 milhões – campeão
R$ 1,8 milhão – vice
R$ 250 mil – semifinalistas
Alcance da TV aberta: RJ, ES, TO, SE, PB, RN, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF (56,8 milhões de telespectadores)
* Projeções, considerando o aumento (100%) em relação ao contrato anterior, pago por jogo (R$ 109 mil e R$ 71 mil, respectivamente)

Obs. Caso a direção do Flamengo não assine, a receita de tevê do torneio cairia para 90 milhões/ano, com R$ 13,5 mi de cota para Vasco, Flu e Botafogo.

Mineiro
R$ 36 milhões/ano (12 clubes; de 11 a 15 jogos para os grandes)
Contrato: Globo Minas (2017-2021), inclui PPV
R$ 12 milhões – Atlético e Cruzeiro
R$ 2,8 milhões – América
R$ 850 mil – demais clubes (9)
Alcance da TV aberta: MG (20,6 milhões de telespectadores)

Gaúcho
R$ 33,8 milhões/ano (12 clubes; de 11 a 17 jogos para os grandes)
Contrato: RBS TV (2017), inclui PPV
R$ 11 milhões – Grêmio e Inter
R$ 1,5 milhão – Brasil de Pelotas e Juventude
R$ 1,1 milhão – demais clubes (Cool
Alcance da TV aberta: RS (11,1 milhões de telespectadores)

Pernambucano
R$ 3,84 milhões/ano (12 clubes; de 10 a 14 jogos para os grandes)
Contrato: Globo Nordeste (2015-2018), inclui PPV
R$ 950 mil – Náutico, Santa Cruz e Sport
R$ 110 mil – demais clubes (9)
Alcance da TV aberta: PE (9,6 milhões de telespectadores)

Baiano
R$ 2,71 milhões/ano (11 clubes; de 10 a 14 jogos para os grandes)
Contrato: Rede Bahia (2016-2020), inclui PPV
R$ 850 mil – Bahia e Vitória
R$ 113 mil* – demais clubes (9)
Alcance da TV aberta: BA (14,4 milhões de telespectadores)
* Projeção, considerando o mesmo percentual de aumento sobre a cota anterior para os clubes intermediários, de R$ 100 mil

Cearense
R$ 2,56 milhões/ano (10 clubes; de 9 a 15 jogos para os grandes)
Contrato: Verdes Mares (2016-2019) e Esporte Interativo (2017-2018)
R$ 800 mil – Ceará e Fortaleza
R$ 120 mil – demais clubes (Cool
Alcance da TV aberta: CE (8,7 milhões de telespectadores)

Paranaense
(12 clubes; de 11 a 17 jogos para os grandes)
Contrato: RPC (em negociação)
Alcance da TV aberta: PR (10,7 milhões de telespectadores)



Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.


_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

banzé

323 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 17/01/17, 10:08 am



Esta empresa queimou a sua imagem, e agora vai ser difícil muda-la. Surprised

Dryworld perde QPR e fica sem time na Inglaterra

fonte: Máquina do Esporte

Empresa canadense já havia perdido os clubes do Brasil

O Queens Park Rangers anunciou o rompimento de contrato com a Dryworld para assinar com a italiana Errea. O time inglês argumentou falta de material e mostrou irritação com a padronização da marca canadense.

Como já tinha perdido o Watford, a Dryworld fica sem time na Inglaterra, assim como aconteceu no Brasil. No país, Atlético Mineiro, Fluminense e Goiás anunciaram a rescisão com a empresa canadense após falhas na entrega de material e no repasse financeiro.

Assim como aconteceu no Brasil, a Dryworld havia assinado contratos longos com os times ingleses no início de 2016. O Watford anunciou o rompimento com a empresa em dezembro, quando apresentou uniformes da Adidas.

A reclamação é sempre a mesma: problemas na entrega de material esportivo por parte da companhia canadense.




Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/dryworld-perde-qpr-e-fica-sem-time-na-inglaterra_31806.html#ixzz4W1ICk7gd




_________________
fórum KDABRA: Very Happy
http://kdabra.forumbrasil.net
Ver perfil do usuário http://fumetteiros.omeuforum.net

ricardo83

324 Re: Esportes, Marketing e Negócios em 17/01/17, 02:37 pm


Nível Básico 2
Nível Básico 2
Dryworld não deu certo mesmo no mundo do futebol. Acho que vai "morrer" já, já.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado

325 Re: Esportes, Marketing e Negócios Hoje à(s) 07:26 pm


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 13 de 13]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 11, 12, 13

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum